Na Arena, Palmeiras tenta encurtar caminho do título contra o Botafogo imprimir publicado em: 20 / 11 / 2016

gabriel jesusBem perto de alcançar seu objetivo, o Palmeiras pode antecipar o título do Campeonato Brasileiro neste domingo. A partir das 17 horas (de Brasília), o Verdão recebe o Botafogo, na Arena Palmeiras, pela 36ª rodada da competição nacional, da qual busca ser campeão após 22 anos.

Ao Palmeiras, contudo, não basta apenas vencer a agremiação do Rio de Janeiro para comemorar a conquista ainda no domingo. Líder com 71 pontos, o time comandado por Cuca precisaria que o Santos (67), segundo colocado, perdesse para o Cruzeiro, fora, e o Flamengo (66), na terceira posição, não derrotasse o Coritiba, no Maracanã.

A única certeza é de que o estádio palmeirense estará lotado. A torcida esgotou os ingressos para o duelo. O confronto ainda marca a liberação do Setor Gol Norte para os torcedores, que tiveram em cinco jogos o acesso à área proibido em função da punição imposta pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) deflagrada pelos incidentes na partida diante do Flamengo, em Brasília, na sexta rodada.

“É uma coisa maravilhosa esse carinho que os torcedores estão nos dando. Qualquer time, junto do seu torcedor, é mais fortalecido. Temos de jogar pelo povo que vai lá, que vai ao aeroporto, que fica em casa. Pelos 22 anos em que buscam essa conquista. Temos jogado com o coração, no limite extremo. É uma final com o Botafogo”, afirmou o técnico Cuca.

A formação que irá medir forças com o Alvinegro carioca pode ser a mesma que empatou em 1 a 1 com o Atlético-MG, na quinta-feira, em Belo Horizonte. As únicas dúvidas se referem a Mina e Zé Roberto, que desfalcaram o Verdão contra o Galo e se recuperam de lesões. Caso a dupla não reúna condições físicas de jogo, Edu Dracena e Egídio serão acionados novamente.

Diante da partida que pode ser a mais importante do ano, Cuca viajou com os jogadores para Atibaia, onde a equipe costumeiramente se prepara e concentra antes de decisões. Foi a quarta vez na temporada em que o técnico se utilizou da cidade do interior paulista para elevar a concentração do elenco palestrino.

Jair VenturaPara o Botafogo o embate não renderá caneco, mas vale muita coisa. Após perder por 2 a 0 para a Chapecoense, o Glorioso estacionou nos 55 pontos, na quinta posição, mas está muito perto de garantir uma vaga na Copa Libertadores, que praticamente será conquistada em caso de triunfo.

“Para nós é um jogo decisivo, muito complicado. O Palmeiras tem um grande time, joga em casa e conta com o apoio da torcida. Mas o Botafogo já deu demonstrações neste Campeonato Brasileiro que é um time capaz de enfrentar qualquer situação”, disse o volante Rodrigo Lindoso.

Em termos de escalação, o técnico Jair Ventura terá problemas para armar o time. Isso porque ele perdeu o lateral esquerdo Víctor Luís e o volante Aírton, já que ambos foram advertidos com o terceiro cartão amarelo e terão que cumprir suspensão contra o líder do Brasileiro. Assim, Diogo Barbosa, que atuou no meio contra os catarinenses, vai precisar atuar na lateral esquerda.

A vaga de Aírton seria de Bruno Silva, porém este é dúvida por conta de uma virose. Sendo assim, Dudu Cearense pode entrar no meio ao lado de Rodrigo Lindoso e Camilo. Outra possibilidade é jogar mais uma vez com dois meias. Neste caso, Leandrinho pode ganhar uma oportunidade ou Rodrigo Pimpão, que vinha formando dupla com Neilton no ataque, ser recuado para o meio. Se isso não acontecer, Pimpão deverá ser barrado para a entrada do artilheiro Sassá, que cumpriu suspensão diante da Chapecoense.

No primeiro turno do Campeonato Brassileiro as duas equipes se enfrentaram na Arena Botafogo, no Rio de Janeiro (RJ), e naquela ocasião o Alvinegro levou a melhor vencendo por 3 a 1. Neilton, com dois gols, foi o grande nome do jogo. Camilo, de pênalti, fez o outro gol carioca, com Erik descontando para o paulistas.

    FICHA TÉCNICA
    PALMEIRAS X BOTAFOGO

    Local: Estádio Palestra Itália, em São Paulo (SP)
    Data: 20 de novembro de 2016, domingo
    Horário: 17 horas (de Brasília)
    Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
    Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva e Bruno Raphael Pires (ambos de GO)

    PALMEIRAS: Jailson; Jean, Edu Dracena (Yerry Mina), Vitor Hugo e Egídio (Zé Roberto); Thiago Santos, Tchê Tchê e Moisés; Róger Guedes, Dudu e Gabriel Jesus
    Técnico: Cuca

    BOTAFOGO: Sidão; Alemão, Joel Carli, Emerson Santos e Diogo Barbosa; Dudu Cearense, Rodrigo Lindoso, Bruno Silva (Fernandes ou Rodrigo Pimpão) e Camilo; Neilton e Sassá
    Técnico: Jair Ventura


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

últimas