Palmeiras vai pagar R$ 120 milhões à Crefisa por compras de jogadores imprimir publicado em: 30 / 01 / 2018

palmeirasO presidente Mauricio Galiotte confirmou nesta terça-feira (30) que o Palmeiras terá que quitar um valor de R$ 120 milhões com a Crefisa por conta das alterações contratuais na parceria, feitas após a Receita autuar a Crefisa por não pagar impostos regularmente pelas operações. A quantia deverá ser paga pelo time alviverde em dois anos.

“É um compromisso futuro. Temos como ativos de garantia da operação os jogadores. Operação casada é uma operação casada com os jogadores. O que foi investido pelo patrocinador gira em torno de R$ 120 milhões”, explicou Galiotte.

O presidente do Palmeiras também disse que não houve nenhuma discussão entre clube e empresa a respeito de um aumento do patrocínio em 2018. Só haverá um debate nesse sentido no final do compromisso atual, vigente até o final do ano.

Apesar da mudança na parceria, Galiotte defendeu que o investimento feito com o dinheiro da Crefisa foi vantajoso ao Palmeiras.

“O Palmeiras é bastante criterioso nas contratações, tanto que é um elenco bastante competitivo. Se não me engano, é o elenco mais valorizado do Brasil. Se é assim, é porque tem critério”, afirmou.

Mesmo com a dívida na Crefisa, Galiotte se mostrou tranquilo, pois o Palmeiras tem uma situação financeira confortável. O clube fechou 2017 com receita em torno de R$ 530 milhões e tem prazo para pagamento dos débitos.

uol.com

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas