Paralisação deixa mais de 200 alunos sem realizar testes no Detran imprimir publicado em: 14 / 08 / 2014

O Sindicato dos Instrutores e Funcionários de Autoescola do Piauí (Sinfaep- PI) faz nova paralisação, hoje (14), no pátio do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PI), devido o não cumprimento do acordo coletivo e o não comparecimento dos representantes das autoescolas nas mesas de negociação com a Superintendência Regional do Trabalho e Emprego.

AutoescolasO presidente do Sinfaep- PI, Gilberto Cardoso, explica que, no Piauí, há 130 autoescolas; porém, como não há um sindicato patronal, as empresas estão deixando de enviar seus representantes para tratar das negociações. “Desse total, somente 10 representantes das autoescolas estão comparecendo nas negociações, o que inviabiliza fazer um acordo coletivo com menos de 10% da categoria patronal”, disse.

A proposta de reajuste salarial colocado pelo Sinfaep- PI é de 25%, que seria referente à perda salarial que os instrutores tiveram durante os cinco últimos acordos. Para entrar em consenso sobre esse percentual, o sindicato dos instrutores e os empresários marcaram uma mesa de negociações para o dia 29 de agosto, às 14h30, Superintendência Regional do Trabalho e Emprego, com todas as autoescolas do Estado.

Caso as empresas não negociem com os instrutores, Gilberto Cardoso afirma que a categoria decidirá por uma greve por tempo indeterminado ou até que o acordo coletivo seja negociado. Na paralisação da última segunda-feira (11), cerca de 200 alunos deixaram de realizar os exames para retirada da Carteira Nacional de Habilitação. Os testes de baliza e percurso, de carro e moto, foram reagendados para ontem, mas, devido à quantidade de alunos, nem todos puderam refazer.

O presidente do Sinfaep- PI conta que outra reivindicação da categoria está relacionada à carga horária trabalhada. “O instrutor trabalha por hora aula e nós temos 50 minutos com cada aluno. Mas algumas autoescolas colocam nove aulas dentro dessas oito horas e aí força muito o trabalhador, mas, mesmo assim, ainda dá para levar, porque fica dentro das 8h, mas é um corre-corre que poderia ser revisto”, pondera.

O sindicalista pediu desculpas à população pelos transtornos aos alunos e contou que as autoescolas foram informadas que nesta quinta-feira não seriam realizados testes. “Se os professores trouxerem os candidatos para cá, eles não vão ser atendidos”, pontua Gilberto Cardoso, presidente do Sinfaep-PI.

Com informações do Jornal O Dia

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas