Penitenciária de Campo Maior homenageará agente morto na BR-135 imprimir publicado em: 31 / 10 / 2017

penitenciáriaApós polêmicas, o plenário da Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi) aprovou um novo nome para a Penitenciária de Campo Maior, agora denominada José Arimatéia Lopes Leite, agente penitenciário que morreu em um acidente na BR-135 neste ano. O projeto de Lei de autoria do deputado estadual Dr. Hélio (PR) foi aprovado por unanimidade.

“Nelson Mandela não era o nome mais adequado, agora apresentamos um projeto para homenagear um servidor da Sejus. Ele estava em deslocamento, de serviço, na BR 135, que chama a ‘rodovia da morte’ quando morreu em um acidente. É um nome diretamente envolvido no sistema e agora encerramos essa polêmica”, contou Dr. Hélio.

O deputado Aluísio Martins (PT) ressaltou que a inauguração da penitenciária, prevista para este mês de novembro, vai ampliar o número de vagas no sistema. Além disso, ele aproveitou para destacar que a Penitenciária de Campo Maior é moderna e segura.

“A população, os moradores ao redor, precisa saber que o local é seguro, que não precisam ficar com receio”, comentou o deputado. A declaração lembra o episódio de Esperantina que após uma fuga em massa de detentos provocou pânico e medo na cidade.

Dr. Hélio acrescentou que o presídio está pronto e a questão agora é inaugurar para dar “um fôlego ao sistema penitenciário”.

 

Cidadeverde.com


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

    Vale Vermelho

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas