PI: Comércio fecha 2,7 mil lojas, mas aumenta receita em 5% imprimir publicado em: 25 / 08 / 2017

vendasA Pesquisa Anual do Comércio (PAC), divulgada ontem (24) pelo IBGE, mostra que no ano de 2015 o Piauí já estava sofrendo os reflexos da crise econômica. De um ano para o outro (2014-2015), o Estado fechou 2.721 lojas do setor, o que representa uma redução de 11,62% no número de unidades locais.

A PAC investiga a estrutura produtiva das empresas comerciais do país, aferindo produtividade, taxa de margem do comércio, salários, retiradas e outras remunerações e pessoal ocupado, dentre outras variáveis.

Em 2015, o Piauí registrou 20.689 unidades, representando 1,21% de todas as unidades do país. Nessas lojas estavam empregados 98.036 funcionários (0,95% da massa empregada no comércio em todo o país), 7.122 pessoas a menos que no ano anterior. A redução do número de empregos foi de 6,77%.

Receita

O estudo revelou ainda que a receita bruta das vendas no comércio do Piauí somou R$ 26,32 bilhões em 2015 e apresentou crescimento de 5,10% em relação à obtida em 2014 – um aspecto positivo considerável, tendo em vista a crise financeira.

Nacionalmente, São Paulo ocupa a 1ª posição entre os estados brasileiros em termo de receita de revenda (31,31%), seguido de Minas Gerais (9,31%) e do Rio de Janeiro (8,00%), enquanto o Piauí ocupa a 21ª posição (0,77%).

Cidadeverde.com


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

    Vale Vermelho

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas