Piauí registra aumento de 17% nos assassinatos contra mulheres imprimir publicado em: 18 / 01 / 2016

feminicidioO número de assassinatos contra mulheres ocorridos no estado do Piauí aumentou em pelo menos 17% no ano passado em comparação com o ano de 2014. Os dados são da pesquisa realizada pelo Sindicato dos Policiais Civis de Carreira do Piauí (Sinpolpi) e mostram que em 2015, 70 mulheres foram assassinadas em todo o Estado. No ano anterior foram registrados 60 assassinatos.

Pelos dados divulgados no balanço geral dos assassinatos de 2015, o mês de dezembro foi o mais violento para o sexo feminino com um total de 12 crimes tendo mulheres como vítimas.

Na maioria dos meses do ano, o número de mulheres mortas ficou na casa de cinco, seis ou sete. Em apenas dois meses foram registrados três caso; são eles junho e novembro.  Em média foram 5,83 mulheres vítimas de feminicídio em cada um dos 12 meses de 2015.

Conforme a pesquisa, a maioria dos crimes foi passional, mas também houve outras motivações como envolvimento com drogas e casos de bala perdidas, como aconteceu com a estudante Patrícia Nascimento assassinada em frente ao estádio Lindolfo Monteiro em Teresina.

Dentre as vítimas há mulheres como mais de 80 anos, como uma lavradora assassinada em Cocal do Piauí e uma criança de apenas três meses de vida morta pela mãe com a ajuda do namorado em Isaías Coelho, na região de Simplício Mendes, segundo a Polícia.


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

    Vale Vermelho

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas