Piauí terá 15 mil vagas no ensino superior e pós-graduação por EAD imprimir publicado em: 01 / 10 / 2016

UfpiO governador Wellington Dias anunciou nessa sexta-feira (30), a abertura de 4 mil vagas no ensino superior pela Universidade Estadual do Piauí através da ensino à distância (EAD). O anúncio foi feito na Universidade Federal do Piauí, onde Dias participou do lançamento do edital do Centro de Educação Aberta (CEAD) da UFPI, que também abriu vagas na modalidade.

Para o governador essa é uma estratégia eficiente para ampliar o acesso ao ensino superior no Piauí. “Quem tá terminando e quem concluiu o ensino médio, é hora de estudar e conquistar uma vaga no vestibular que deverá ocorrer até o final do ano e abrir 2017 estudando nas melhores universidades do Brasil, que são a federal e a estadual do Piauí”, ressaltou.

No evento, a UFPI lançou o maior vestibular de educação à distância do Brasil. São ofertadas 9.310 vagas de graduação em 14 cursos de licenciatura e bacharelado, mais 1.500 vagas de pós-graduação. A oferta é resultado de uma parceria entre a universidade e a Secretaria de Estado da Educação, que cede 39 pólos de ensino no interior do estado para aplicação das aulas presenciais.

A garantia das vagas só foi possível por meio de um pedido feito pessoalmente pela Secretária de Educação, Rejane Dias, junto ao MEC. “No ano passado estivemos na Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, fundação do Ministério da Educação) e pedimos que nossa oferta aumentasse. Corria um risco grande de não termos mais esses vestibulares. Com a intervenção do governador conseguimos crescer no número de vagas ofertadas, enquanto no restante do Brasil o quadro foi de queda”, pontuou a gestora.

O vestibular da UFPI acontecerá dia 11 de dezembro. As inscrições vão de 3 de outubro a 3 de novembro, serão feitas pelo site do CEAD (Centro de Educação Aberta e à Distância da UFPI) e custam R$ 60 para professores e R$ 30 para estudantes. Na modalidade de ensino à distância, 80% da carga horária são aplicadas “on line”, através de plataformas de internet e 20% são presenciais, com professores e alunos dentro de salas de aula nos pólos.

Somando as vagas ofertadas pela UFPI e pela Uespi serão abertas quase 15 mil vagas no ensino superior, na modalidade EAD.

“O governo do Estado é um parceiro fundamental para que tudo isso aconteça. O prédio que está lá no interior é dele, e é o governo quem custeia a manutenção, o vigia, a secretária. É um apoio essencial. Não fosse o governo do Estado, não conseguiríamos executar esse projeto” destacou Gildásio Guedes, diretor do CEAD UFPI.

Ainda na solenidade o governador Wellington Dias anunciou a aquisição de grupos geradores para instalação nos pólos de ensino à distância, uma forma de evitar a interrupção das aulas em consequência das quedas de tensão.


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

    Vale Vermelho

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas