PM acusado de matar jovem se apresenta; polícia crê em pistolagem imprimir publicado em: 10 / 04 / 2018

pmO soldado da Polícia Militar do Piauí, Ivaldo Vieira da Silva Filho, suspeito de matar um jovem na região do Grande Dirceu, se apresentou na sede do Departamento de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP), na manhã desta terça-feira (10). O investigado veio em uma viatura da Corregedoria da PM-PI e desceu correndo, sem falar com a imprensa.

 O crime ocorreu em dezembro de 2016 e sua prisão foi decretada no início da semana pela Justiça. A vítima Cosme Damião dos Santos Neto foi assassinada a tiros na porta de casa,  no bairro Renascença II, região Sudeste de Teresina. Durante a ação criminosa, a mãe de Cosme também ficou ferida ao tentar impedir o homicídio.

O coordenador da DHPP, Francisco Costa, o Baretta, diz que há a suspeita de que a morte de Damião se trate de crime de pistolagem. A vítima era processada por roubo e monitorado por tornozeleira eletrônica

“O que está evidenciado é que foi um crime a mando de alguém”, resumiu o coordenador do DHPP.

O PM também será investigado por peculato-furto, uma vez que a moto utilizada no crime havia sido apreendida com um traficante e deveria estar no depósito de bens apreendidos.

“Houve a subtração de um bem que estava custodiado pela administração pública no depósito à disposição da Justiça e foi utilizado para a prática de um crime. Houve o crime de peculato-furto. A pessoa se utilizou da condição de servidor público para sorrateiramente adentrar ao depósito com ajuda ou sem ajuda e utilizou o bem para a prática de outro crime. Solicitei a instauração de um Inquérito Policial Militar”, explica Baretta.

No início da semana, durante o cumprimento de mandado de busca e apreensão, equipes do DHPP apreenderam peças de veículos na casa do PM. A origem delas está sendo apurada.

“Foram apreendidos peças de veículo automotor, principalmente, de moto. Esse material foi encaminhado para a perícia criminal, no sentido de que seja feita uma avaliação e identificação da origem das peças.

Suspeito e vítima

Suspeito e vítima

Cidadeverde.com

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas