Operação faz 57 mil abordagens nas zonas Leste e Sudeste imprimir publicado em: 23 / 08 / 2016

A Polícia Militar do Piauí, através do Comando de Policiamento da Capital 1, divulgou nesta terça-feira (23) o primeiro balanço da Operação Start, deflagrada há dois meses, para reduzir a criminalidade das áreas consideradas críticas em Teresina. Em 60 dias, foram feitas 57.335 abordagens em barreiras montadas nos bairros das zonas Leste, Sudeste e região da Santa Maria da Codipi.

Durante o período, os policiais ficaram organizados em 24 pontos de bloqueio nos principais bairros destas regiões, fazendo blitzen à procura de armas e drogas. Foram abordadas 33.415 pessoas, 10.311 carros, 13.515 motocicletas e 94 ônibus coletivos. Ao todo, a Companhia Independente de Policiamento de Trânsito (CIPTRAN) emitiu 19 notificações de trânsito, sendo a maior quantidade na zona Leste, com 13 no total. A Polícia Militar conseguiu recuperar ainda três veículos roubados.

Com relação às autuações, a PM conduziu 10 pessoas para a Central de Flagrantes por crimes diversos como porte de arma e porte de drogas. Nestes primeiros 60 dias de Operação Start, foram apreendidas duas armas na zona Sudeste, 2,6Kg de maconha, 17 caixas de comprimido tarja preta várias caixas de cigarro sem nota fiscal, o que caracteriza crime de contrabando ou descaminho.

A Operação Start permitiu ainda à polícia mapear os pontos considerado críticos no que diz respeito à criminalidade em Teresina. Na zona Sudeste, destaca-se os bairros Santa Bárbara e Satélite; e na zona Sudeste, a região do Grande Dirceu e Vila Firmino Filho. De acordo com o subcomandante da PM, coronel Lindomar Castilho, os dados mostram onde é preciso melhorar o policiamento ostensivo qual a principal demanda de cada zona.

“Nós vamos usar todos os números coletados para preparar ações e reduzir esses índices do crime para o mínimo possível. É um mapeamento que nos permite ver onde estamos errando e onde estamos acertando e, consequentemente, levar uma sensação de segurança maior para a população”, diz o subcomandante da PM.

Já para o coronel Wagner Torres, comandante de policiamento metropolitano Leste-Sudeste, os primeiros números da Operação Start são bastante positivos e mostram que a ação está tendo efetividade. Ele acrescenta que os bloqueios nos pontos estratégicos vão continuar e que a Operação não tem previsão de encerramento.

portalodia.com


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas