PM prende quadrilha de Pernambuco acusada de assaltos em Acauã imprimir publicado em: 19 / 06 / 2016

armasTrês pernambucanos foram presos pela Polícia Militar de Paulistana, acusados de integrar uma quadrilha de roubo a comerciantes da zona rural do município de Acauã, a 490 quilômetros de Teresina. De acordo com informações da Força Tática, após uma semana de investigação, os policiais conseguiram chegar até um dos integrantes neste sábado (18), que confessou os crimes e apontou os demais envolvidos. Um dos integrantes ainda está foragido.

Segundo a PM, um homem identificado como José Nilton foi abordado quando se deslocava para a cidade vizinha de Betânia do Piauí. Questionado sobre a participação nos crimes, ele acabou confessando sua ligação com os casos e apontando mais um envolvido para a Polícia.

Com as informações conseguidas durante a abordagem, os policiais encontraram Romário Sousa Brito em sua residência, que também confessou ter participado de duas tentativas e um roubo no povoado Pipocas, zona rural do município de Acauã, no qual foram levados cerca de R$ 5.000,00 da casa de um comerciante da localidade. Na casa de Romário, foram apreendidas uma arma de calibre .38 e seis munições ainda não utilizadas.

Os dois presos apontaram como sendo chefe do esquema de roubos, o empresário Carivaldo Pereira de Brito. Ele seria o responsável por parte do armamento e por dar apoio logístico nas ações do grupo. “O Carivaldo é empresário do ramo de atacado, trabalha vendendo para esses comerciantes. Ele sabe quem são os clientes que têm poder de compra, que guardam dinheiro em casa, então ele indicava os alvos para os demais”, repassou o major Felipe, comandante da PM de Paulistana. Um motocicleta que seria usada durante os assaltos foi apreendida em posse de Carivaldo.

Um quarto integrante da quadrilha ainda está foragido. Conhecido como “Babinha”, ele estaria escondido no interior de Pernambuco, segundo informações dos capturados. Um mandado de prisão já está sendo expedido pela Polícia do Piauí. Após as prisões, o trio foi conduzido para a 12ª Delegacia Regional de Paulistana.

portalodia.com

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas