PMDB decide em reunião parar as negociações sobre cargos com o PT imprimir publicado em: 11 / 11 / 2016

CastroAs conversas do PMDB com o governador Wellington Dias (PT) não vingaram, pelo menos até agora. Neta sexta-feira (11) em reunião, a cúpula do PMDB decidiu parar as negociações com o governo do PT.

O deputado federal Marcelo Castro, presidente do diretório do PMDB no Piauí, confirmou que o partido deu uma pausa nas negociações com o governo do Estado, sobre a participação do partido em cargos estaduais.

Ele afirma que as tratativas repercutiram negativamente para o partido no Piauí, pois ficou parecendo que o PMDB está exigindo cargos no governo, o que, segundo Castro, não é verdade.
 
Nesta sexta-feira(11), o deputado participou de uma reunião na sede do partido com o presidente do Diretório Municipal, deputado estadual Themistócles Filho e com o vice-presidente do diretório estadual, João Henrique Sousa, e parlamentares estaduais.

De acordo com Marcelo Castro, o fato de o ex-ministro João Henrique discordar da aliança com o governo não interferiu na decisão do partido em parar com as negociações momentaneamente.

Marcelo Castro também destacou que o ex-deputado João Henrique é um pretenso nome a concorrer a governador pelo PMDB em 2018, mas negou que a decisão de recuar com as negociações com o governador Wellington Dias tenha a ver com o fato de João Henrique não concordar com a aliança. Informações de bastidores dão conta de que o vice-presidente João Henrique pretende se lançar candidato no próximo pleito.

O deputado federal ressaltou que a conjuntura nacional não deixa de interferir no cenário nacional, mas que também não foi esse o motivo de terem cessado as conversas com o governo. “[…] Quando a gente debate a situação do Estado, claro que tem repercussão nacional e por isso a gente analisa em conjunto. É normal. Não pode dissociar uma coisa da outra. [….] Mas não digo que a decisão foi propriamente um reflexo da situação nacional”.

Ele disse que o nome de João Henrique é o mais forte apresentado até agora para concorrer pela sigla em 2018. “João Henrique é um dos nomes que está sendo falado. Pelo menos é o único que já está se comentando”.

Quanto à filiação do senador Elmano Férrer (PTB), o presidente disse que vai lutar por sua filiação no PMDB. “Elmano é uma estrela de primeira grandeza. Estamos trabalhando firmemente e fortemente para que o senador venha para o PMDB”.

Na próxima quarta-feira haverá uma reunião com Elmano e representantes do PMDB para discutir sobre o ingresso do senador ao PMDB.
 

Cidadeverde.com


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

    Esporte

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas