Polícia conclui investigação sobre jovem morto dentro de loja na capital imprimir publicado em: 19 / 08 / 2014

Higgo

Delegado Higgo Martins

A Polícia Civil concluiu o inquérito que investiga a morte do jovem que foi assassinado dentro de uma loja na Avenida Presidente Kennedy, na Zona Leste de Teresina. O crime ocorreu no dia 28 de julho e segundo relato de testemunhas o jovem Aschelie Rafael Gomes de Castro, de 24 anos, seria o suspeito de cometer um assalto, mas a família nega que o rapaz tinha envolvimento com crimes e afirma que foi assassinado por engano.

A investigação ficou sob responsabilidade do delegado Higgo Martins. Ele afirmou apenas  que todos os detalhes da investigação serão apresentados durante entrevista coletiva nesta terça-feira (19) na sede da Delegacia Geral de Teresina.

“Esse crime causou uma comoção muito grande em Teresina e primeiro vamos conversar com os familiares para depois divulgar os detalhes da investigação para a imprensa”, disse o delegado.

Entenda o caso

O jovem Aschelie Rafael Gomes de Castro foi morto com três tiros dentro de uma loja de celulares e segundo testemunhas, teriam sido disparados por um cliente. Os funcionários da loja afirmaram que o rapaz anunciou o assalto ao entrar no estabelecimento, mas para a família, o jovem foi confundido com o ladrão e morto por engano. Familiares relataram para a polícia que o jovem era uma pessoa de bem, trabalhador e tinha ido à loja para comprar uma capa de celular.

Portaldaclube


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas