População reclama do fechamento de hospital para obra imprimir publicado em: 28 / 01 / 2016

Os pacientes da Zona Norte de Teresina que utilizam o hospital Oseas Sampaio, no bairro Matadouro, não concordam com o tempo que a unidade ficará fechada para reforma. Os moradores da área cobram uma solução e não admitem que o bairro fique sem os serviços do hospital durante 10 meses, período previsto para as obras.

“É muito complicado, não só para mim, mas para a população toda aqui do conjunto e dos outros bairros. Até do interior aqui recebe muita gente. Não pode fechar um hospital desse, pois tem que ter é melhoria, mas com uma reforma que não feche o hospital”, falou a costureira Maria dos Anjos.

Para tentar barrar o fechamento, moradores da região fizeram um abaixo assinado para pedir que pelo menos uma parte do hospital funcione para atender a população durante as obras. Segundo eles, a reivindicação é para que a prefeitura mantenha a urgência da unidade em funcionamento.

“Aqui são dois prédios distintos. Então a urgência poderia ficar em um prédio enquanto reformava o outro e quando concluísse voltaria à urgência para o local que era, mas a Fundação Hospitalar insiste no fechamento total e nós não concordamos”, disse o presidente da associação dos moradores do bairro Matadouro, Francisco Andrade Silva.

A diretora da Fundação Hospitalar afirmou que para a realização da reforma é preciso o fechamento total porque todo o hospital está comprometido e não há como mexer por partes. O órgão ainda não definiu quais hospitais irão suprir as necessidades dos moradores da área durante o período de reforma do hospital.

Portaldaclube


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

    Vale Vermelho

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas