Prazo para municípios do Piauí negociarem dívidas com a Eletrobras encerra imprimir publicado em: 19 / 08 / 2011

O prazo para o parcelamento de contas atrasadas de energia elétrica junto a Eletrobras Distribuição Piauí encerra hoje. Após o acordo entre a Associação Piauiense de Municípios (APPM) e a Eletrobras, intermediado pelo Tribunal de Justiça do Piauí, realizado no mês de julho, vários municípios fizeram a negociação. No entanto, ainda existem prefeituras que não assinaram o contrato juntamente com a empresa distribuidora de energia.

Para que nenhum município fique sem o benefício da negociação, a Associação Piauiense de Municípios está convocando os prefeitos piauienses a comparecerem à entidade para efetuarem o acordo com a Eletrobras. “Já temos muitos municípios que fizeram a negociação, mas ainda faltam alguns. É importante que todos façam esse acordo, pois foi uma grande oportunidade para todos os municípios conseguiram colocar em dia suas contas de energia, que estavam em atrasos há vários anos”, afirmou o presidente da APPM, Francisco Macêdo, que é também prefeito do município de Bocaína.

Representados pela a Associação Piauiense de Prefeitos Municipais (APPM), com a interveniência do Tribunal de Justiça e apoio do Tribunal de Contas do Estado, os municípios firmaram o maior acordo já realizado entre essas instituições, negociando um montante da ordem de R$ 100 milhões. O acordo ocorreu no dia 15 de julho, na sede da APPM.

Segundo Francisco Macedo, “não só a população saiu ganhando, mas tambémas Prefeituras, a Eletrobrás, a APPM, o Tribunal de Contas do Estado (TCE) e o Tribunal de Justiça (TJ). Agora as prefeituras têm a oportunidade de quitar seus débitos, com parcelamento em até 180 meses e a redução de mais de 50% nos juros e multas”, explicou.

O diretor-presidente da Eletrobras Distribuição Piauí, Marcos Aurélio Madureira, esclareceu que os recursos provenientes dessa negociação permitirão que a Eletrobras faça mais investimentos no seu sistema elétrico e ofereça um serviço de melhor qualidade aos municípios.

“Para a Eletrobras é muito importante receber esse recurso para que a gente possa dar continuidade aos investimentos que estão programados para o Piauí. Nós estamos com um montante da ordem de quase R$450 milhões para melhoria de sistema de subtransmissão e redes urbanas que vão ser realizados nos próximos três anos. Essa negociação marca o histórico dos acordos da Eletrobrás com o poder público municipal no Piauí”, acrescentou.

Jornal O DIA

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas