Cristino Castro: Manoel Júnior é acusado de compra de votos imprimir publicado em: 27 / 01 / 2017

Manoel Júnior

Manoel Júnior

O delegado Josimar de Sousa Brito enviou, no dia 20 de dezembro de 2016, representação ao Tribunal Regional Eleitoral solicitando autorização para investigar o prefeito de Cristino Castro, Manoel Pereira de Sousa Júnior e seu vice, Rangel Moura Pontes por crime eleitoral.

Os gestores são acusados de compra de votos por bancar gratuitamente o transporte de eleitores de Brasília para o município de Cristino Castro, nas eleições de 2016.

No dia 1 de outubro do ano passado foi noticiado por eleitores, populares e pela coligação “Cristino Castro, Uma nova história” que três ônibus da empresa Transbrasil viriam de Brasília para Cristino Castro transportando irregularmente eleitores. No mesmo dia, policiais rodoviários federais interceptaram um ônibus de placa HWY-4475, na BR 135, no KM 358, na entrada de Bom Jesus. Os motoristas Rodrigo da Silva Gomes e Janio de Assis Teixeira Luz Mendonça e o líder político Maurício Pereira de Sousa foram conduzidos para a Delegacia Regional de Bom Jesus, onde foi lavrado ao auto de prisão em flagrante delito por crime de transporte irregular de passageiros. O ônibus também foi apreendido por constituir instrumento do citado crime.

Depoimentos e documentos noticiam que Maurício Pereira de Sousa Júnior era coordenador de campanha na chapa de Manoel Pereira e Rangel Moura e, nesta condição, teria enviado, por WhatsApp, cópia de um cartão contendo número de uma conta bancária contendo escrito o valor de R$ 9.500,00, sugerindo que se tratava de ônibus fretado para o transporte de eleitores.

Três passageiros afirmaram, em depoimento, que a passagem foi fornecida gratuitamente a todos os passageiros. Outro depoente informou que Maurício foi a pessoa que intermediou o contrato do ônibus. 

Um dos passageiros do ônibus gravou áudio e difundiu na região confirmando que os eleitores iriam votar no candidato, Dr. Manoel Pereira de Sousa Júnior.

Manoel Júnior foi eleito pelo PSB na coligação “A esperança se renova” com 44,84% dos votos.


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

    Vale Vermelho

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas