Prefeito de Porto registra B.O. contra ex-gestor por falta de informações imprimir publicado em: 13 / 01 / 2017

Dó Barcelar

Dó Barcelar

O prefeito do município de Porto, Dó Bacelar (PP), registrou um Boletim de Ocorrência (B.O) contra o ex-gestor Manim (PSDB) acusando-o de omissão das informações referentes à folha de pagamento do município. Segundo Dó Bacelar, que está no seu 5º mandato, a intenção era de prejudicar a nova administração.

Dó Bacelar disse que profissionais da saúde e da educação estão com salários atrasados e que outros setores do município estão deficitários. “O problema é que não temos como nos programar, iniciar nossa gestão, porque levaram todas as informações do município. Tivemos que registrar o B.O”, explicou.

De acordo com o atual gestor, a prestação de contas e a alimentação de dados da área da saúde, que é obrigatória, não foram atualizadas no sistema do Governo Federal e, por isso, a prefeitura não está recebendo os recursos para investimentos. Dó Bacelar afirmou que os médicos estão há cinco meses com salários atrasados.

Além da categoria, os professores também estão com o pagamento do salário e do 13º atrasados. O prefeito precisou decretar estado de emergência no município para mostrar a situação que ele classificou como “vergonhosa, escandalosa”.

“Se eu não decretasse estado de emergência estava dando ‘amém’ para a situação que o município se encontra. Eu estaria afirmando que está tudo bem em Porto, e não está. A cidade está um desastre. Vou pedir para o TCE ir verificar de perto a situação”, pontuou o prefeito.

Dó Bacelar afirmou que pretende regularizar a folha de pagamento do município até o próximo mês. Em relação à falta de infraestrutura, como máquinas paralisadas, iluminação e calçamento precários, relatadas pelo gestor, a intenção é que a finalização dos processos de licitação e as obras iniciem até o mês de junho.

 

portalodia.com


PDF pagePrint page

PARTICIPE

0 comentário Comente agora!

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

últimas