Prefeito quer contrato de emergência para reativar rodovia no Sul do Piauí imprimir publicado em: 11 / 02 / 2017

Com as chuvas constantes que atingem o Sul do Piauí, moradores das cidades de Currais e Bom Jesus estão enfrentando problemas para escoar a produção agrícola. A PI-392, que é a principal via de escoamento da região está intransitável. O prefeito de Currais, Raimundo Santos, encontra-se em Teresina desde quinta-feira (9) na tentativa que Departamento de Estradas e Rodagens (DER) tome providências para amenizar a situação e tonar a rodovia novamente trafegável.

 O prefeito disse que esteve reunido na Secretaria de Mineração e que a direção do DER se comprometeu até próxima semana contratar uma empresa de caráter de emergência para trabalhar na rodovia e ontem o órgão chegou a enviar um técnico pra avaliar o problema.

“Já era esperado a interdição, já que desde o início das chuvas apenas um parte da estrada estava sendo possível trafegar e mesmo assim os caminhoneiros estavam evitando o local com medo de tombamentos. Minha preocupação são com as 1.500 pessoas que moram próximo a rodovia e que agora vão ficar isoladas”, disse.

Produtores e moradores estão tendo que parar de fazer o transporte dos produtos, o que já causa prejuízos. Desde que as chuvas começaram, alguns trechos ficaram com tanta lama que nos últimos 15 dias, para passar no local, só com ajuda de tratores.

O produtor Reginaldo Rosalvo tem feito isso para conseguir transportar a produção de grãos pela estrada. “A situação é de isolamento total. Com as fortes chuvas a PI-392 fica intrafegável, além de muita lama existe o problema da buraqueira, ou seja, a estrada fica isolada e não podemos escoar a produção, gerando prejuízos incalculáveis”, lamentou.

O produtor delata ainda que todo ano a situação se repete e que poderia se diferente se existisse uma intervenção dos órgãos públicos. “Todos os anos temos o mesmo problema. Nós não estamos reclamando da chuva, pelo contrário, é sempre bom, mas o que temos que reclamar é do descaso do poder público. Na hora que chove forte a estada fica cheia de lama e com buracos gigantes, podendo causar um acidente maior, como já ocorreu de carretas virarem”, argumento.

O prefeito destacou que há tempos vem batendo na questão de recuperar a PI, que a principal via de escoamento de grãos no Sul do estado. “Só a prefeitura não resolve o problema. A previsão da safra só na região é um aumento de 70%, mas com a estrada assim tudo fica prejudicado”, afirmou.

Portaldaclube


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

    Paixao

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

últimas