Prejuízo com incêndio em ônibus foi de R$ 2,7 milhões imprimir publicado em: 05 / 07 / 2018

Um incêndio atingiu sete ônibus da empresa Taguatur na madrugada desta quinta-feira(05). O fogo teria começado em um dos ônibus na garagem da empresa, na Avenida Gil Martins, na zona Sul de Teresina e se alastrou para os que estavam ao lado. Segundo a direção da empresa, o prejuízo pode ultrapassar os R$ 2,7 milhões. A empresa vai aguardar a conclusão da perícia para saber se o incêndio é criminoso.

“Tinha apenas uma pessoa na empresa, que ligou para o encarregado do transporte e entrou em contato com o Corpo de Bombeiros. O fogo se alastrou muito rápido, o material é muito inflamável. O prejuízo foi grande, pois um carro é avaliado em R$ 450 mil”, informou o administrador da empresa, Antônio Galeno.

O Corpo de Bombeiros foi acionado por volta de 1h30 da manhã e conseguiu conter as chamas já no sétimo ônibus, que queimou apenas a traseira.

De acordo com a direção da empresa, seis veículos tiveram perda total e um parcial. Os quatro veículos destruídos faziam parte da nova frota, com ar condicionado.

A Strans e a empresa informaram ao jornal Notícia da Manhã que não haverá prejuízos à população em relação ao número de veículos circulando pela zona Sul de Teresina. Os ônibus incendiados seriam reserva da empresa.

As causas do incêndio ainda serão apuradas. O administrador relatou que aguarda os resultados da perícia e não pode alegar que o incêndio seja criminoso. Ele informa que pode ter ocorrido um curto-circuito.

Seguro e prejuízos

“Historicamente, não há seguro no Brasil para ônibus por ser muito caro, o valor é de cerca de R$ 30 mil por carro. Isso torna-se inviável. A renovação caberá à empresa”, cita Galeno.

Ele informou ainda que a empresa conta com 57 ônibus na frota. A população não ficará prejudicada com relação à quantidade de carros circulando, mas “será prejudicada na questão da comodidade porque foram quatro ônibus com ar-condicionado queimados”, acrescentou Galeno.

A expectativa é de que em um mês os ônibus incendiados sejam substituídos por novos.

A empresa Taguatur está no mercado há 29 anos e esse é o primeiro registro grave de incêndio. A empresa atende a zona Sudeste de Teresina.

Cidadeverde.com

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas