Preso suspeito de molestar menina de 13 anos em Assunção do PI imprimir publicado em: 21 / 01 / 2017

Um homem de aproximadamente 30 anos, identificado como Manoel Afonso Moreno, foi preso no município de Assunção do Piauí, a 279 km de Teresina, suspeito de molestar sexualmente uma adolescente de 13 anos.

suspeitoO crime teria ocorrido na última quarta-feira, dia 18. A menor relatou a familiares que estava dormindo e quando acordou o suspeito estava dentro do seu quarto. Ela teria tentado gritar para pedir socorro, mas a fez ficar calada e começou a tocar nas partes íntimas do seu corpo.

Manoel Afonso foi preso em flagrante pela Polícia Militar e levado para a Delegacia de Castelo do Piauí, onde prestou depoimento ao delegado Anchieta Nery. “Ele confessou o crime e disse estar profundamente arrependido”, disse o titular do distrito policial.

Anchieta, contudo, diz que não pode fornecer maiores detalhes do crime, como o local onde ocorreu, para evitar a revitimização da criança que foi molestada.

“Em cidades pequenas, esses casos se espalham rapidamente entre a população, e geram um constrangimento enorme para a vítima”, pontua.

O delegado afirma que tem sido crescente o número de casos de estupro de vulnerável em Castelo do Piauí e nos municípios circunvizinhos. Por esta razão, Anchieta Nery pretende propor à Secretaria de Segurança Pública que seja feita uma campanha educativa com o intuito de esclarecer a sociedade acerca dos graves malefícios que este crime pode provocar nas vítimas, de maneira a estimular mais famílias a denunciarem os agressores, mesmo quando forem familiares próximos, e sobretudo para coibir a prática de novos crimes.

“Aqui na região as ocorrências tem havido muitas ocorrências desse tipo, e eu estou até pensando em tratar com o secretário de Segurança para que a pasta crie um programa preventivo e educativo, por meio do qual a Polícia Militar e a Polícia Civil possam apoiar a comunidade, para evitar esse tipo de ocorrência […] Hoje em dia, as pessoas relatam muito mais esses crimes. A gente pensa que está acontecendo mais. Porém, não é que esteja acontecendo mais, é que as pessoas estão acreditando mais no trabalho da Polícia e não estão se calando. Só que a gente quer é evitar que esses crimes ocorram”, ressalta o delegado.

Mesmo não tendo havido penetração, o acusado deve ser indiciado por estupro de vulnerável, uma vez que este crime fica configurado quando se pratica qualquer ato libidinoso com menores de 14 anos.

portalodia.com


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

    Vale Vermelho

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas