Presos membros de quadrilha que articulavam assalto no Sul do PI imprimir publicado em: 19 / 12 / 2016

presoPoliciais Militares pertencentes ao efetivo da Força Tática do 20º Batalhão de Polícia Militar (BPM) em Paulista, a 460 km de Teresina e da Força Tática do 4º BPM de Picos, fizeram as prisões de Paulo Ricardo Soares, 32 anos, natural de Juazeiro (BA) e de Maria Aparecida de Sousa, 27 anos, natural de Picos.

Com a prisão de elementos que planejavam um assalto na região Sul do Estado, ocorrida na noite da última quinta-feira (15), foi informado ao Comando do 20º BPM de Paulistana de que haveria a possibilidade de elementos armados passarem num ônibus de linha interestadual com destino à cidade de Picos, a fim de, num segundo momento, receber instruções e levar o armamento ao local do crime a ser executado.

De posse dessa informação, foi efetuada uma operação para interceptar o referido armamento e o(s) responsável(is) pelo transporte. Horas depois, já no começo da tarde do dia 16, foi interceptado o ônibus da empresa Gontijo, linha Petrolina/Teresina, que trazia no seu interior Paulo Ricardo, com o qual foi encontrado dois revólveres calibre 38 e doze munições intactas.

Identificado o criminoso, constatou-se que Paulo Ricardo já havia sido preso pelo efetivo do 20º BPM, quando da prática da explosão de um terminal de auto-atendimento do Bradesco de Caridade do Piauí, ocorrido em 27/08/2013.

Paulo informou que as armas seriam para dar suporte a uma ação criminosa a ser praticada no Sul do Estado, cujo mentor intelectual seria Valter da Silva Carvalho, “o Valtinho”, que responde a processos por tráfico de drogas e crimes dolosos contra a vida na Comarca de Paulistana, e que fugiu da Penitenciária Major César Oliveira há pouco mais de um ano. Valtinho foi preso pela tropa do 7º BPM de Corrente, juntamente com outros três comparsas, que se arquitetavam e aguardavam o suporte de armamento para a prática do assalto, que segundo Paulo Ricardo, renderia cerca de R$ 600 mil reais ao bando.

Com isso, foi dada continuidade às diligências, onde, na noite da última sexta-feira (16) foi presa, com apoio da Força Tática do 4º BPM de Picos, na sua residência, Maria Aparecida, que seria a responsável para dar o suporte necessário a Paulo Ricardo durante sua curta estada na cidade de Picos, à mando do chefe da quadrilha e de seu ex-companheiro, Sá, comparsa de Paulo Ricardo e Valtinho, e que se encontra cumprindo pena na Penitenciária Major César.

Por conta do desenrolar da ocorrência, que finalizou na cidade de Picos, os dois acusados foram conduzidos à Central de Flagrantes da cidade, onde foram realizados os procedimentos de praxe, que se estenderam até a madrugada desse sábado 17.


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Biocentro

últimas