Professores do Estado encerram greve e retomam as aulas amanhã imprimir publicado em: 12 / 03 / 2018

greveOs trabalhadores em educação do Estado do Piauí decidiram encerrar o movimento grevista iniciado no último dia 23 de fevereiro, após receberem uma contraproposta do Governo garantindo, para maio, o reajuste de 6,81% a todos os profissionais do magistério público ocupantes de cargos efetivos.

A proposta foi feita na manhã de hoje (21) em reunião dos representantes da Secretaria de Administração (Seadprev), OAB-PI, Sinte e Tribunal de Justiça. As aulas serão retomadas amanhã (13), no entanto, os trabalhadores vão manter estado de greve. Caso o governo não cumpra o que ficou acordado no Tribunal de Justiça, a categoria retoma a paralisação.

Além do aumento de 6,81%, o acordo prevê também reajuste de 3,15% para todos os funcionários de escola na folha de maio, referente a 2017. Em setembro será concedido ainda o reajuste de 3,95% para todos os funcionários de escola referente a 2018.

A atual proposta do Governo contempla ainda inativos e pensionistas de profissionais do magistério público e do pessoal de apoio técnico administrativo da educação básica. No entanto, ela não se estende aos professores contratados temporariamente.

Reunido em assembleia para deliberar sobre o fim do movimento grevista, os professores do Estado consideraram a proposta positiva. Para a professora Paulina Almeida, presidente do Sinte-PI, apesar de ser o menor reajuste do piso de todos os anos, a força dos trabalhadores em educação garantiu o aumento de 6,81%.

Gleydjane Moura, representante do Sinte, afirma que a proposta anterior excluía totalmente os aposentados e não ofereceu nada de reajuste para os funcionários em 2018. “Com todos os protestos e resistência, conseguimos fazer com que os reajustes fossem dados ainda este ano e de maneira integral”, conclui.

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas