Programa Poupança Jovem inicia pagamento nesta segunda (21) imprimir publicado em: 20 / 11 / 2016

poupança jovemDos mais de 7000 alunos cadastrados, aproximadamente 5800 jovens do 1º e 2º ano do Ensino Regular e 6ª etapa da Educação de Jovens e Adultos (EJA) estão aptos a fazer a retirada de 40% do valor da bolsa. “Temos cerca de 1200 alunos que ainda não receberam o benefício porque não entregaram a documentação completa. Por isso, pedimos que estes alunos se dirijam sem demora à direção da escola para regularizar a situação e poder receber os valores devidos”, explica Luiza Costa, coordenadora do programa.

Para confirmar a participação, o aluno deve comparecer à secretaria da escola em que está matriculado portando os documentos pessoais, CPF e RG. No caso do estudante ser menor de idade, é necessário também a apresentação dos documentos do responsável legal para assinatura do termo de compromisso.

O Poupança Jovem é um programa de incentivo educacional direcionado aos alunos do Ensino Médio dos 77 municípios que apresentam as maiores taxas de extrema pobreza. A expectativa é que, até 2019, 18.500 alunos matriculados na rede Estadual sejam atendidos, sendo utilizados R$ 29.320.200, oriundos de parceria com o Banco Mundial para execução do projeto.

O programa prevê uma bolsa poupança anual como prêmio por aprovação em cada ano do Ensino Médio. Nos anos de 2015/2016 foram investidos R$ 1.047.160,00 em pagamento da bolsa, alcançando alunos em 56 escolas contempladas pelo projeto. A meta é que diminuam a evasão escolar e reprovação, aumentando o índice de aprovação nessa modalidade.

Segundo o funcionamento do programa, ao concluir o primeiro ano o estudante recebe R$ 400,00. As demais parcelas são de R$ 500,00 no segundo ano e R$ 600,00 no último ano do Ensino Médio. O estudante ou responsável tem o direito de retirar 40% de cada um dos dois primeiros depósitos efetuados. Somente a última parcela pode ser retirada integralmente junto com o saldo remanescente das anteriores e os rendimentos. Para receber cada pagamento, o aluno precisa ser aprovado ao final do ano.

Para sacar os valores, os alunos devem se dirigir às agências do Banco do Brasil ou Correios de seus municípios, munidos de R.G. e CPF, para receber o cartão que dará direito à retirada do benefício.

De acordo com Luiza, “este programa é mais uma estratégia dentro do Plano de Educação do Estado para a melhoria da qualidade de ensino e consequente diminuição da taxa de abandono. Fato este que já está acontecendo, tendo em vista que conseguimos reduzir o abandono escolar de 16% para 14,1%, ultrapassando a meta projetada para 2019, que é de 14,5%”, finaliza.


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Vale

últimas