PSDB vai orientar bancada da Câmara a votar a favor de denúncia imprimir publicado em: 02 / 08 / 2017

sessaoO PSDB decidiu orientar a bancada do partido na Câmara dos Deputados a votar a favor da denúncia contra o presidente da República, Michel Temer (PMDB). A decisão foi tomada após reunião de deputados tucanos na manhã desta quarta-feira (2) na Casa.

Segundo contabilidade de aliados do próprio Planalto, pelo menos metade da bancada, formada por 47 integrantes, já iria votar pela rejeição do texto do relator e, consequentemente, a favor da denúncia contra o presidente. Na hora do voto do parlamentar, o “sim” indicará aceitação do voto do relator e, assim, contra o prosseguimento da denúncia contra Temer. Com a orientação, a expectativa é que esse número se confirme e até aumente.

 Alguns dos tucanos que não vão votar pelo prosseguimento da denúncia, porém, são o ministro da Secretaria de Governo, Antonio Imbassahy – licenciado do mandato que retornou à Casa para a votação – e o relator do parecer contra a peça na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça), Paulo Abi-Ackel.

A orientação, no entanto, é diferente do chamado fechamento de questão, quando pode haver punições para quem votar diferentemente do determinado pelo partido. O único partido a fechar questão foi o PMDB, que decidiu nesta terça-feira (1º) rejeitar a denúncia contra o presidente Michel Temer e punir deputados que não seguirem a orientação.

A oposição declarou nesta quarta (2) que só vai registrar presença no plenário da Câmara se o governo alcançar o quórum mínimo de 342 deputados para abrir a votação da denúncia contra o presidente Michel Temer.

uol.com


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

    Vale Vermelho

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas