Quantos pontos São Paulo e Fluminense precisariam? imprimir publicado em: 11 / 10 / 2017

spCom 31 pontos cada um e 39,7% de aproveitamento, São Paulo e Fluminense são os grandes mais ameaçados de rebaixamento no momento no Brasileirão. Os Tricolores estão um ponto acima do Z4, a 12 rodadas do fim. Qual é a conta para a permanência na Série A? O LANCE! detalhou algumas possibilidades com base na história e na projeção para este ano.

A “nota de corte” mais alta da história do Brasileirão com 20 clubes aconteceu em 2009: o Fluminense, em arrancada épica, chegou a 46 pontos para escapar. Flu e São Paulo precisariam de cinco vitórias em 12 jogos para tal meta (41,6% de aproveitamento). Matemáticos projetam que, com 46 pontos em 2017, a chance de queda será de apenas 3%.

A “nota de corte” mais baixa da história é de 2014, quando 40 pontos bastaram para ficar na Série A. O Palmeiras fez tal pontuação, que Flu e São Paulo chegariam com mais três vitórias. Neste ano, porém, as chances de rebaixamento com 40 pontos são de 99,7%, segundo os matemáticos da UFMG…

A média de pontos do primeiro time fora da zona de rebaixamento desde 2006 é de 44 pontos. São Paulo e Flu chegariam à pontuação com mais quatro vitórias. O número, no entanto, é perigoso, apontando para 40,9% de chances de queda em 2017… Pontuação segura, hoje: 47!

Rebaixado em 2016, o Internacional terminou o Brasileirão com 43 pontos. A “nota de corte” no ano passado foi de 45 pontos: Flu e São Paulo precisariam de quatro vitórias e dois empates para conseguir a pontuação do Vitória, que escapou desta forma em 2016.

Após passar um total de 13 rodadas no Z4, o São Paulo é o 14º e tem pela frente: Atlético-MG (F), Atlético-PR (C), Fluminense (F), Flamengo (C), Santos (C), Atlético-GO (F), Chapecoense (C), Vasco (F), Grêmio (F), Botafogo (C), Coritiba (F) e Bahia (C). Apenas a última partida como mandante será no Morumbi (as demais serão no Pacaembu, por conta de shows em São Paulo).


PDF pagePrint page

PARTICIPE

,

PUBLICIDADE

    Vale Vermelho

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas