Queimadas deixam cidades no escuro e apagões cresceram 50% imprimir publicado em: 14 / 10 / 2016

queimadasIncêndios e queimadas no Piauí deixaram cidades inteiras no escuro e, de 2015 para 2016, o aumento na interrupção do fornecimento de enegia foi de mais de 50%. De terça (11) a quarta-feira (12), os consumidores do município de Palmeirais ficaram sem energia por duas horas devido a um incêndio no povoado Matinha.

Para se ter ideia da dimensão dos problemas ocasionados por queimadas ao sistema elétrico, em 2015, a média de tempo sem energia elétrica foi de 45 minutos e atingiu 75 mil consumidores. Até setembro de 2016, esses números chegaram à média de 72 minutos e 112,9 mil consumidores atingidos, dos quais 59,468 estão na região sudeste do Estado.

Somente em Teresina, a Eletrobras Distribuição Piauí registrou a elevação de 50 para 300 ocorrências, no período entre as 10h e 18h da última terça-feira (11), das quais grande parte foram ocasionadas por fogo sob à rede elétrica. Na capital, foi necessário dobrar o número de equipes em campo para atender à demanda durante o feriado do dia 12.

Houve também queima de transformador de distribuição em José de Freitas. Em Teresina, as zonas de maior incidência de fogo com prejuízo à rede elétrica foram sul, norte e a região das PIs 113, nos povoados Bolena, Coroatá e Santa Teresa, e 112, no povoado São Vicente, além da região da BR 343, localizadas na zona leste da capital.


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

últimas