Rapaz é morto a tiros dentro de lava jato enquanto trabalhava imprimir publicado em: 07 / 12 / 2016

lava jatoUm rapaz, identificado apenas como Rafael, foi morto a tiros dentro de uma oficina mecânica na manhã desta quarta-feira (7) no bairro Lourival Parente, Zona Sul de Teresina. Segundo relatos de testemunhas à polícia, o suspeito teria chegado ao local para cobrar uma dívida da vítima. Esse é o segundo homicídio registrado na capital em menos de 12 horas.

Lourival Neto, investigador da Delegacia de Homicídios de Teresina, informou que dois homens chegaram ao lava jato em uma moto e um deles desceu, entrou e foi falar com Rafael. Outras pessoas que trabalham no local teriam ouvido apenas a vítima falar para o homem “calma eu vou pagar”.

“Acreditamos que o crime tenha sido acerto de contas. A família dele (vítima) era toda envolvida com crimes. A mãe tá presa e avó é conhecida como ‘vovó do tráfico’. O rapaz já estava sendo investigado por dois homicídios”, falou o investigador.

O local foi isolado até a chegada da perícia criminal do carro do Instituto Médico Legal (IML). O caso será investigado pela Delegacia de Homicídios.

2º homicídio em 12 horas
Na noite dessa terça-feira (6), um policial do Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar do Piauí (Bope) foi executado a tiros no bairro Saci, Zona Sul de Teresina. Claudemir Sousa, 32 anos, estava saindo da academia onde treinava quando foi abordado pelos criminosos. Cinco suspeitos foram presos nesta quarta-feira (7).

De acordo com o secretário de segurança, Fábio Abreu, um dos suspeitos usava tornozeleira eletrônica e a partir do monitoramento dele os policiais chegaram aos demais envolvidos no assassinato, inclusive, ao mandante, que é funcionário da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero). Também entre os presos está um taxista, apontado como o agenciador dos atiradores. A polícia suspeita de crime passional.

Portaldaclube


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas