River perde mais uma na Série C e se afunda de vez como o pior do grupo imprimir publicado em: 12 / 09 / 2016

jogoNa luta sempre sufocante de fugir da queda para a Série D de 2017, o Salgueiro deu um passo importantíssimo para permanecer na Série C do Campeonato Brasileiro. O Carcará derrotou no estádio Cornélio de Barros, na tarde deste domingo, o River-PI pelo placar de 1 a 0 e tirou um peso enorme das costas. Diante de 2.042 torcedores (renda de R$ 2.811,00), o gol de Toty fez o Salgueiro subir para a sétima colocação do Grupo A e alcançar os 21 pontos. Rebaixado na rodada passada, o Tricolor do Piauí fez o papel de um time que cumpre apenas tabela: fez uma partida morna, em alguns momentos fria, e saiu de Pernambuco com a nona derrota na Série C.

No próximo domingo, dia 18, acontece a última rodada da fase classificatória da Série C. E ela vai decidir quem será o segundo clube rebaixado. O Salgueiro encara o Confiança, no Batistão, às 19h. Os sergipanos, dentro do Z-2, somam 19 pontos. Para o Carcará, um empate livra o time do rebaixamento. Em caso de derrota, o time vai secar o Cuiabá, adversário do River-PI na rodada, no estádio Lindolfo Monteiro, em Teresina. Salgueiro, Cuiabá, América-RN ou Confiança. Um dos quatros vai para a Série D em 2017.

O Carcará aproveitou o contexto do adversário, rebaixado na rodada passada, e fez um primeiro tempo com mais chances de gol. Em números, 4 a 1. Piauí, atacante do Salgueiro, teve por duas vezes – ambas de cabeça – oportunidades claras para abrir o placar. Nas duas, cabeceou fraco. Apesar de ter a bola por mais tempo, a equipe de Evandro Guimarães teve trabalho para o último passe. Fechado, o River-PI teve aos 31, com finalização de Edu Amparo, a melhor oportunidade do primeiro tempo. Os piauienses até esboçaram um toque de bola mais eficiente, com Luciano Sorriso e Edu Amparo no meio, contudo, o Carcará encerrou a etapa inicial com mais força ofensiva.

O Carcará retornou para o segundo tempo com Cássio no lugar de Diego Aragão. E com menos de dois minutos em campo, converteu a vantagem produzida no primeiro tempo em gol: lançamento de Daniel pela esquerda e na sobra, Toty empurrou com o pé direito. Com 1 a 0 no placar, o time pernambucano trabalhou com menos peso. Poderia ter ampliado com Cássio, aos 16, mas a batida saiu pela linha de fundo. Baqueado, o River-PI pouco ofereceu perigo. Aliás, um time limitado. O técnico Marcão mexeu por três vezes no ataque – colocou os atacantes Thiago Alagoano, Vinícius e Diego Lira, mas a chegada ao ataque foi quase inexpressiva. Aos 24, uma batida perigosa de Lira forçou o goleiro Mondragon fazer a defesa mais difícil da partida. Administrando, o Salgueiro até deu mais campo para o River-PI, mas a vitória do Carcará não foi ameaçada.

globoesporte.com


PDF pagePrint page

PARTICIPE

,

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Vale

últimas