São Paulo sofre com Borja e árbitro e cai diante do Atl. Nacional imprimir publicado em: 14 / 07 / 2016

sao paulo perde em medelinAcabou o sonho do tetra do São Paulo. Sim, era difícil ir até a final depois de perder por 2 a 0 em casa, mas o Tricolor foi valente em Medellín. Lutou até onde pode com todas as suas limitações. E sai da Libertadores com a sensação de que poderia ter sido diferente – afinal, um pênalti claro não foi marcado para a equipe brasileira quando a partida ainda estava 1 a 1. Por ironia, foi uma penalidade (mão de Carlinhos) que deu a vitória por 2 a 1 aos colombianos.

Nos acréscimos do primeiro tempo, o São Paulo foi prejudicado pela arbitragem do chileno Patricio Polic. Michel Bastos deu boa assistência para Hudson, que se preparava para chutar a gol quando foi derrubado por Bocanegra. O árbitro estava em cima do lance e nada marcou, revoltando os são-paulinos. Um gol ali e uma provável expulsão do infrator poderia dar ourto caminho para a partida em Medellín.

O São Paulo começou bem a partida. Depois de cruzamento de Michel Bastos, aos oito minutos, Calleri abriu o placar de cabeça. Mas o Atlético Nacional conseguiu empatar aos 15, com Borja, autor dos dois gols no Morumbi. Depois disso, os dois lados tiveram boas chances. O Tricolor chegou mais perto, com cabeçada de Calleri na trave. E ainda foi prejudicado por pênalti não marcado em cima de Hudson.

Na segunda etapa, o São Paulo teve dificuldade em finalizar. E foi vítima do bom toque de bola do Atlético Nacional, que chegou ao segundo gol, de novo com Borja, em pênalti cometido por Carlinhos, que desviou a bola com o braço. Depois disso, o Tricolor teve dois expulsos (Lugano e Wesley) e não teve chance alguma de reagir.

O foco do São Paulo volta a ser o Campeonato Brasileiro. No domingo, às 16h, já tem clássico. O Tricolor encara o Corinthians, em Itaquera, pela 15ª rodada.

arbitro ladrão

globoesporte.com


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

    Vale Vermelho

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas