Saúde monitora paciente com “mal da vaca louca” no HU imprimir publicado em: 01 / 02 / 2017

hospital universitarioA Secretaria Estadual de Saúde do Piauí está monitorando o caso de uma mulher de 59 anos que foi diagnosticada em setembro do ano passado com Encefalopatia Espongiforme Bovina (EEB), conhecida como “mal da vaca louca”.

A paciente é natural do Rio de Janeiro e está internada no Hospital Universitário (HU) da UFPI desde o dia 28 de dezembro.

A doença é neurodegenerativa e afeta animais bovinos. Por ser uma doença contagiosa, a mulher está sendo mantida em ambiente isolado.

Até o momento não há registro da doença em animais no Piauí.

Em nota enviada a imprensa, o HU confirma a suspeita da doença e diz que adotou a precaução padrão para assistência à saúde da paciente.

Veja abaixo

O Hospital Universitário da Universidade Federal do Piauí (HU-UFPI) informa que a paciente com suspeita de Doença de Creutzfeldt-Jakob (DCJ), proveniente da cidade do Rio de Janeiro, encontra-se em estado estável e que, desde a sua internação, todas medidas recomendadas pelo Ministério da Saúde e pela Unidade de Vigilância em Saúde do HU foram adotadas.

Ressalta-se que o contato clínico e social, as investigações clínicas, os testes diagnósticos e as intervenções envolvendo tecidos não infectivos com pacientes com Creutzfeldt–Jakob não representam risco para trabalhadores de saúde, parentes, outros pacientes ou comunidade, conforme determinam as “Informações Técnicas sobre Doença de Creutzfeldt-Jakob” (2014) do Ministério da Saúde e o “Infection Control Guidelines for Transmissible Spongiform Encephalopathies” da Organização Mundial de Saúde e Centers for Disease Control and Prevention (2000).

Dessa forma, adotou-se precaução padrão para assistência à saúde da paciente, ou seja, a mesma precaução adotada para todos os pacientes internados. Nenhuma precaução especial é requerida para utensílios de comida, tubos de alimentação ou sucção, roupas de cama, itens utilizados na pele ou nos cuidados com úlceras por pressão.

Há, contudo, precaução específica para manipulação de tecidos do sistema nervoso central e dos olhos, no momento da necropsia, para o setor da Patologia.


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Biocentro

últimas