Secretaria de Justiça promove 275 agentes penitenciários do Piauí imprimir publicado em: 19 / 01 / 2017

Foram promovidos nesta quinta-feira (19), no Palácio de Karnak, 275 agentes penitenciários do Estado do Piauí. A ascensão na carreira foi dada para aos servidores, pelos critérios de antiguidade e merecimento. Na solenidade, também foram homenageados os gerentes de penitenciária com maior destaque no ano de 2016, no processo de ressocialização.

Palacio de Karnak

“Isso representa o compromisso de trabalho do Governo do Estado com os agentes penitenciários, para o sistema penitenciário de forma geral, representa mais um passo para plano de modernização que temos, que passa necessariamente pela valorização e pelo respeito e ascensão na carreira, valorizando o servidor, para que ele possa também com mais autoestima e mais trabalho garantir a eficiência das nossas políticas de ressocialização”, afirmou o secretário de Justiça, Daniel Oliveira.

A governadora em exercício, Margarete Coelho (PP), destacou que essas promoções são um reconhecimento do Governo do Estado. “O sistema prisional tem como objetivo restaurar, reeducar e ressocializar estes cidadãos que entraram em conflito com a lei e devolvê-los para a sociedade e para a família, com segurança. Então estamos reconhecendo aqui o trabalho relevante feito em cada uma das unidades do nosso sistema e nos comprometendo em trabalhar cada vez mais e melhor, para que ele sistema funcione e que a [Secretaria de] Justiça realmente se integre com a Corregedoria, Defensoria Pública e Tribunal de Justiça”, frisou.

Plano de modernização no Sistema Prisional

Durante o discurso, o secretário ressaltou que o plano de modernização do sistema prisional, conta com aproximadamente 150 milhões de reais para investimento para os próximos dois anos. “Cada servidor agente penitenciário até 2018, vai ter uma arma pessoal e equipamentos individuais. Além disso, terá construção de novas unidades, aquisição de novas viaturas e materiais e substituição da revista vexatória por scanner e raio-x, previstas para todas as unidades prisionais ainda esse ano. Seremos o primeiro Estado a abolir essas técnicas medievais de revista, principalmente para as mulheres, as mãos que vão visitar seus filhos, que são obrigadas a passar por isso por deficiência tecnológica”, destacou.

Tropa de Choque

A Secretaria de Justiça autorizou o deslocamento de 19 policiais militares da Tropa de Choque para a Casa de Custódia de Teresina. “A logística é para garantir que a outra base de um grupo especial da Secretaria de Segurança Pública do Piauí, que é o Comando Operações Prisionais (COP – 12 agentes penitenciários), que é um grupo de intervenção formado por agentes penitenciários, ele possa também deslocar sua base para a Penitenciária Irmão Guido. Então com isso, nós garantimos um reforço de homens e de segurança nas duas maiores unidades aqui na Capital”, explicou.

Daniel Oliveira ressaltou que o grupamento especial não mudará de finalidade, apenas estará de prontidão também para o sistema prisional. “Na verdade, só houve um deslocamento da base, ou seja, ela pode funcionar tanto no sistema penitenciário ou outra ocorrência externa, como na rua, por exemplo. Na prática, a base é o ponto de prontidão, estão prontos para qualquer ação”, concluiu.

Exército

Sobre a possibilidade de convocação do Exército Brasileiro para medidas de prevenção nas penitenciárias, o secretário afirmou que haverá uma reunião com o governador Wellington Dias (PT) para tratar sobre o assunto. “Vamos nos reunir com o Governo justamente para tomar a decisão e saber se é estratégico a presença das Forças Armadas, para colaborar com a segurança nas unidades prisionais”, disse.


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

    Vale Vermelho

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas