Sejus muda diretores e contempla agentes em cargos estratégicos imprimir publicado em: 02 / 10 / 2017

O secretário de Justiça do Piauí, Daniel Oliveira, anunciou na manhã desta segunda-feira (2) uma completa reformulação nas diretorias da pasta.

sejusA mudança ocorre exatamente três semanas após os agentes penitenciários deflagrarem uma greve que acirrou os ânimos entre a categoria e o titular da Sejus.

As mudanças contemplaram a presença de agentes penitenciários em cargos estratégicos. Porém, os postos são de assessoria técnica, menos relevantes que os comandos de diretorias, postos que já chegaram a ser ocupados por agentes.

“Mudamos as duas principais diretorias, e fizemos um ajuste,  porque a inteligência estava vinculada à área da proteção externa. Agora, esse setor vai ficar vinculado à própria Duap. Com esse ajuste na equipe, queremos trazer pessoas para dar um novo gás e cumprir as metas de trabalho que traçamos com o Governo do Estado”, afirmou Daniel Oliveira.

O tenente-coronel Adriano Ursulino de Lucena, que era comandante da PM em Parnaíba, passa a comandar a Diretoria da Unidade de Administração Penitenciária (Duap), que estava sendo gerida interinamente pelo capitão Dênio Farias Marinho, desde que o agente penitenciário Enemésio Lima foi exonerado.

Agora, Marinho continuará na mesma diretoria, porém, no comando da Gerência de Inteligência Penitenciária.

A Duap é responsável pelo funcionamento dos presídios, gerenciando as demandas referentes a presos, servidores e demais serviços prisionais.

O major Marcos Antônio Pereira Lima, por sua vez, assume a Diretoria de Inteligência e Proteção Externa (Dipe), que tem como atribuição monitorar informações ligadas ao sistema de segurança prisional, bem como efetuar a guarnição das áreas externas das penitenciárias.

O tenente-coronel Luís Antônio Pitombeira da Costa assume a Gerência de Armamentos, que tem a função de articular a aquisição e distribuição de armas, munições, equipamentos de proteção individual e outros materiais ligados à segurança dos servidores e presídios.

O advogado Antônio Lima Bacelar Júnior ficará à frente da Coordenação de Sindicância e Processos Administrativo-Disciplinares da Sejus, que tem como finalidade promover a investigação e instauração de processos investigatórios acerca de ocorrências no sistema prisional e no âmbito dos setores administrativos da Secretaria de Justiça.

O capitão Thanack Hitler da Silva Costa passa a comandar a Gerência de Proteção Externa da Sejus-PI.

Além disso, dois agentes penitenciários vão integrar a equipe de Assessoria Técnica do Gabinete do Secretário de Justiça, setor responsável por tratar de questões jurídico-processuais e políticas de gestão junto a servidores.

Para a assessoria, foram nomeados os agentes penitenciários Fábio Keyller de Siqueira Nunes e Paulo César Lima Marques. Além deles, também vão assumir a assessoria: Vera Telma Alves da Paz, que é jornalista, advogada e pedagoga; e Anne Geise Almeida de Sousa Leal Luz, advogada.

Por fim, o pastor e psicólogo Joel Ferreira Silva assume a Assessoria Técnica para Assuntos Religiosos, que tem a finalidade de articular projetos e ações de ressocialização na área de religiosidade, junto às pessoas privadas de liberdade no sistema penitenciário

Pastor Joel sai da Secretaria de Saúde e vai pra Coordenação de Assuntos Religiosos da Sejus-PI.

Daniel diz que quer harmonia com servidores

O secretário de Justiça afirmou que decidiu incluir representantes dos agentes penitenciários em sua equipe na Sejus para garantir um melhor diálogo com a categoria.

“Convidamos dois colegas agentes penitenciários para exercer essa função de interlocução com os demais servidores, na parte de diálogo com outras instituições, e para compor as ações da secretaria, trazendo a  experiência e a vivência do agente penitenciário. Nosso objetivo é estar com essas interlocuções e garantir atuação harmônica com os servidores e com outras instituições”, acrescentou Daniel.

Perfis

Coronel Major Lucena – tem 46 anos, ingressou na Polícia Militar do Piauí em 1991. Entre os anos de 2000 a 2005 foi piloto de helicóptero no Grupamento Tático Aéreo-Policial (GTAP) – hoje, Batalhão Tático Aéreo de Polícia (BTAP).

Foi ajudante de ordem do vice-governador Osmar Júnior (PCdoB), no primeiro governo de Wellington Dias (PT). E também já comandou o 1º Batalhão da Polícia Militar de Teresina, em 2011, o Batalhão da Polícia Rodoviária Estadual, em 2012, a a Companhia de Policiamento Independente de Trânsito (Ciptran), de 2012 a 2014.

Foi assessor de Comunicação da Polícia Militar em 2015, de onde saiu para assumir o Comando do 2º Batalhão da Polícia Militar de Parnaíba, onde permanecia até agora.

Capitão Dênio Farias Marinho – tem 43 anos, ingressou na Polícia Militar do Piauí no ano 2000. Foi subcomandante da 3ª Companhia da Polícia Militar de Teresina; comandante da Companhia de Presídios, de 2004 a 2008; gerente da Penitenciária Regional Irmão Guido, de 2008 a 2011; do Hospital Penitenciário – hoje, Unidade de Apoio Prisional –, em 2013; e gerente da Casa de Custódia de Teresina, de 2011 a 2016.

Major Marcos Antônio Pereira Lima – tem 43 anos, é graduado em Educação Física e ingressou na Polícia Militar do Piauí em 1993. Como 1º tenente, foi comandante da Companhia da Polícia Militar de Picos, de 2000 a 2002, e comandante da Companhia do 6º Batalhão da Polícia Militar, de 2002 a 2006. Promovido a capitão em 2006, desempenhou a função de ajudante de ordem do coronel Prado, que à época era o comandante-geral da Polícia Militar do Estado.

Em 2008, ainda como capitão, Marcos Lima foi comandante da Companhia Destacada da Polícia Militar de Barras.

Em 2015, ocupou a Gerência de Inteligência da Secretaria de Justiça do Piauí, então vinculada à Dipe. Promovido a major em 2016, é especialista em Gestão de Segurança Pública e tem cursos nas seguintes áreas: Inteligência, realizado na Polícia Federal de Brasília; Analista, realizado pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen), em Brasília; e Operações em Inteligência, realizado pela Polícia Militar da Paraíba.

Capitão Thanack Hitler da Silva Costa – tem 42 anos, e é graduado em Ciência de Defesa Social. Ingressou na Polícia Militar em 2000. Foi chefe do Serviço de Inteligência das Rondas Ostensivas de Natureza Especial (Rone) de 2007 a 2013; comandante da 2ª Companhia de Choque da Polícia Militar, de 2010 a 2015; e instrutor no 2º Curso de Operações de Choque da Polícia Militar, em 2011.

Tenente-coronel Luís Antônio Pitombeira da Costa – tem 44 anos, é graduado em Ciências Contábeis, especialista em Direito Tributário e Gestão Pessoal em Segurança Pública. Ingressou na Polícia Militar em 1994. Como 2º tenente, trabalhou no 4º Batalhão da Polícia Militar de Picos, em 1997, no 2º Batalhão da PM de Parnaíba e 3º Batalhão da PM de Floriano. Foi professor-instrutor do Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças da Polícia Militar do Piauí, diretor da Divisão de Administração do Hospital da Polícia Militar, em 1999; e ajudante de ordem, de 2003 a 2014.

Comandou o 1º Batalhão da Polícia Militar de Teresina em 2015, e foi e diretor da Diretoria de Inteligência e Proteção Externa (Dipe) da Secretaria de Justiça, de 2015 a 2017.

Advogado Antônio Lima Bacelar Júnior – foi servidor público no Ministério Público do Piauí de 2009 a 2016, e é auditor governamental da Controladoria-Geral do Estado (CGE) desde 2016.

Fábio Keyller de Siqueira Nunes – bacharel em Segurança Pública, especialista em Segurança Pública e Inteligência Policial, é agente penitenciário e foi gerente da Penitenciária Regional Irmão Guido de 2015 a 2017. Atualmente, é gerente de Humanização e Reintegração Social da Secretaria de Justiça.

Paulo César Lima Marques – agente penitenciário de 45 anos, é bacharel em Direito e pós-graduado em Educação de Jovens e Adultos para a População Carcerária. Atuou na Colônia Agrícola Penal Major César Oliveira de 2002 a 2003 e de 2010 a 2012. Desde 2012, é gerente adjunto da Unidade de Apoio Prisional.

Vera Telma Alves da Paz – tem 52 anos, é jornalista, advogada e pedagoga. Foi assessora de imprensa da deputada estadual Flora Isabel (PT) de 2008 a 2013, e produtora jornalística na Rádio Assembleia.

Anne Geise Almeida de Sousa Leal Luz – tem 35 anos, é advogada e especialista em Processo Civil. Foi assessora jurídica no Tribunal de Justiça do Piauí de 2009 a 2016.

Joel Ferreira Silva – tem 55 anos e é graduado em Teologia e Psicologia. Presidiu a Convenção Batista, foi pastor da Primeira Igreja Batista de Teresina e é atualmente pastor da Igreja Batista do Jockey. É servidor da Secretaria de Saúde do Piauí, cedido à Secretaria de Justiça desde 2015. Foi gerente da Unidade de Apoio Prisional de janeiro a setembro de 2016.

 

portalodia.com


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

    Vale Vermelho

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas