Presos serão separados para barrar ação de facções em presídios imprimir publicado em: 15 / 06 / 2018

Daniel Oliveira

Daniel Oliveira

Os detentos do sistema prisional do Piauí ficarão divididos por unidades prisionais de acordo com o grau de periculosidade. O secretário de Justiça, Daniel Oliveira, disse que a ideia é blindar o estado contra a ação de facções criminosas de outros estados e impedir a “contaminação” dos presos.

“Os presos já foram classificados de acordo com o crime que cometeram, seu perfil psicológico e o comportamento dentro do sistema prisional. Os presos de baixo risco serão separados dos demais, digamos assim, para evitar que sejam contaminados. O objetivo é evitar que facções que estejam em presídios do Ceará, Pernambuco e Maranhão  cheguem ao Piauí “, explica Oliveira.

Por medidas de segurança, a quantidade de presos de alta, média e baixa periculosidade no Estado não foi revelada.  A transferência dos presos, de acordo com a classificação, ocorrerá de 20 de junho a 01 de agosto.

“Com os presos de baixo risco vamos avançar em políticas de ressocialização. Com os demais serão reforçadas a segurança”, finaliza o secretário.

Atualmente, o Piauí tem aproximadamente 4.500 presos para 2.600 vagas.

Cidadeverde.com

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas