Sem Pratto, Dorival deve fazer novos testes no São Paulo imprimir publicado em: 15 / 08 / 2017

DorivalO técnico Dorival Júnior, do São Paulo, não conseguirá repetir a escalação da vitória por 3 a 2 sobre o Cruzeiro. O que o impede de fazê-lo diante do Avaí, no próximo domingo, em Florianópolis, são as suspensões de Lucas Pratto, expulso contra os mineiros, e Marcinho, que levou o terceiro cartão amarelo.

Assim, os próximos dias de treinamentos no CCT da Barra Funda serão marcados por uma acirrada disputa entre os reservas. A exemplo do que ocorreu na semana passada, quando Dorival mudou o esquema de jogo da equipe – do 4-2-3-1 para o 4-1-4-1 – e testou 15 jogadores para a partida frente ao Cruzeiro.

Para o lugar de Pratto, a solução é mais óbvia. A tendência é que Gilberto assuma a posição de centroavante. Além de ser o único com características similares às do argentino, ele foi bem contra a Raposa, conseguindo o pênalti que resultou no gol de Hernanes e na vitória.

Já a vaga deixada por Marcinho será motivo de bastante análise por parte de Dorival, que a partir da tarde desta terça-feira começa a montar o time que enfrentará os catarinenses, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Em compensação, o comandante tricolor terá o retorno de Christian Cueva, que cumpriu suspensão automática no último domingo. Caso dê sequência ao esquema 4-1-4-1, adotado a partir do duelo com o Cruzeiro, Dorival deverá recolocar o peruano na ponta esquerda, próximo de Hernanes na linha ofensiva de quatro armadores.

A dúvida, portanto, fica mesmo para decidir quem será o substituto de Marcinho pela extrema direita. Há a possibilidade de Marcos Guilherme ser remanejado para esse setor, no qual atuou em determinados momentos na vitória por 4 a 3 sobre o Botafogo, contra quem marcou dois gols, em sua estreia.

Correm por fora Shaylon, Thomaz, Denilson e Jonatan Gomez, que, inclusive, foram testados pela direita em alguns treinos da semana passada. Marcinho, porém, ficou com a vaga na ocasião.

Já Maicosuel e Lucas Fernandes aparecem como franco-atiradores. Recuperado de um desequilíbrio muscular, o primeiro treina com o grupo há algumas semanas, voltou a ser relacionado para o confronto com o Cruzeiro, mas segue distante da forma física ideal. O mesmo serve para o segundo, que está livre de um estiramento leve na coxa esquerda, mas que ainda não tem condições de iniciar uma partida.

Apesar de não envolver suspensões, o sistema defensivo também poderá sofrer modificações. Isso porque Éder Militão não agradou como primeiro volante no embate com os mineiros e foi substituído por Jucilei, que arrancou elogios de Dorival.


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

    Vale Vermelho

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas