Setut diz que passagem de ônibus em Teresina deveria ser R$ 4,15 imprimir publicado em: 01 / 03 / 2018

onibusO valor da passagem de ônibus em Teresina, para cobrir todos os gastos com o serviço, teria que ser de R$ 4,15, de acordo com o levantamento do Setut. Atualmente, a prefeitura precisa pagar um subsídio para os empresários que operam o sistema de transporte público.

Segundo Miriam Aguiar, assessora técnica do Setut, essa diferença entre o preço ideal da tarifa e o valor cobrado dos passageiros gera uma dívida para a Prefeitura Municipal de Teresina. “Esse valor de R$ 4,15 não condiz com a capacidade de pagamento da população. Isso cria um problema pro poder público, que não tem recurso pra cobrir os custos”, afirma a assessora.

Desde 2015, a PMT já acumulou um débito superior a R$ 20 milhões, de acordo com Miriam Aguiar. “A gente tem um saldo a receber relativo a 2016 em torno de R$ 10 milhões. Em 2017 tem um saldo de quase R$ 11 milhões. A prefeitura não paga porque não tem dinheiro, mas como a empresa vai prestar o serviço, pagar salário, renovar a frota?”, questiona.

O acordo para o pagamento da dívida foi feito na justiça, após os empresários de transporte público acionarem a PMT. “Está no contrato que se a receita gerada pelos passageiros não é suficiente para pagar os custos do serviço, a prefeitura tem que subsidiar. Quando o gestor toma a decisão de cobrar uma tarifa que não é suficiente para cobrir os custos, tem que conhecer a capacidade de receita do cofre público”, defende Miriam.

Segundo a assessora técnica, o problema aumenta porque a dívida acumulada pela PMT desde 2015 está sendo paga em pequenas parcelas. “No país inteiro, o custo do transporte está muito caro e em desacordo com a capacidade de pagamento da população. A crise que as empresas de Teresina estão passando, acontece em todas as cidades.É aquela peleja, de cobrir a cabeça e descobrir o pé”, comenta Miriam.

portalodia.com


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas