Silagem ajuda na alimentação do gado durante estiagem imprimir publicado em: 28 / 05 / 2017

silagemA colheita de sorgo e milho em abril foi transformada em silagem, uma ração natural que pode ser armazenada por mais tempo. A produção do alimento evita problemas para produtores durante a alimentação do gado no período de estiagem.

Para a produção da silagem, o sorgo e o milho triturados são aterrados com uma cobertura de plástico. O processo de fermentação é rápido e de baixo custo para o produtor. Desta forma, os produtores estão se preparando para enfrentar o período mais quente e seco do ano, onde geralmente falta chuva e alimento para os animais.

“Neste tratamento são colocados produtos com bactérias para ajudar na fermentação da silagem. Com 15 dias, este produto pode ser retirado para o consumo animal. Caso eu não acrescente a bactéria, eu vou demorar 30 dias para usar a silagem”, explicou o gerente da Fazenda Frate, Dalmir Barbosa.

A Fazenda Frate, no município de São João da Varjota, é uma das maiores produtoras de silagem do Sul do Piauí. Só este ano foram plantados mais de 40 hectares e a produção deve chegar a 550 toneladas.

Segundo especialistas, a silagem é uma alimentação balanceada, pronta para garantir força e saúde do animal. O zootecnista Wilson Mendes explicou que todo animal ruminante aceita este tipo de ração natural, que é uma fonte de proteína e energia.

Dalmir Barbosa revelou que depois da silagem, as vacas leiteiras da fazenda passaram a produzir bem mais. São 450 litros de leite por dia. “O nosso objetivo com esta ração é reduzir o custo do preço do leite. Se eu não tivesse a silagem, teria que comprar volumoso e milho fora, além de adubar mais capim”, acrescentou o gerente.

Portaldaclube


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas