Sílvio Mendes e Firmino propõem a ministro a federalização do HUT imprimir publicado em: 09 / 02 / 2017

silvio mendesO presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Sílvio Mendes, revelou nesta quinta-feira (9) que em reunião com o ministro da Saúde, Ricardo Barros, ele e o prefeito Firmino Filho (PSDB) sugeriram a federalização do Hospital de Urgências de Teresina (HUT). Segundo Sílvio Mendes, o Hospital consome mais de 30% das despesas da Prefeitura.

A reunião aconteceu na última terça-feira (7) em Brasília. Nesta quinta-feira (8), o presidente concedeu entrevista coletiva na sede da Fundação e ao falar também sobre política, negou que vá assumir a Secretaria de Estado da Saúde.
 
“Há muitos anos não existe reajuste da tabela do SUS, que é responsabilidade do Ministério da Saúde. Regularmente os hospitais particulares suspendem atendimentos por causa dos custos. As cirurgias cardíacas no São Marcos é um exemplo. De cada R$ 3 gastos em saúde no município, um vai para o HUT. Mais da metade dos servidores da Prefeitura estão na Saúde, dos R$ 80 milhões da folha de pagamento, R$ 50 milhões é de servidores da saúde. E não é crise. Nós entregamos o HUT para o Ministério da Saúde, já que o hospital não atende só Teresina, mas todo o Piauí e até outros estados”, explicou o presidente da FMS.
 
Para o gestor, o maior problema do HUT é de financiamento, pois 30% da receita são de Teresina, mas 50% dos atendimentos são do interior do Piauí e 20% de outros estados como Maranhão, Ceará, Pará e Tocantins. Ele afirmou que só há duas soluções: ou aumenta o repasse do Ministério da Saúde ou o próprio ministério assumir o HUT.
 
Sílvio Mendes disse que o ministro escutou o pedido para receber o HUT, mas que não deu nenhuma resposta sobre o assunto. O pedido deve ser reforçado na visita em que Ricardo Bastos fará em Teresina no próximo dia 20 de fevereiro, para participar dos atos de filiação do PP.

Ida ao PP

Silvio Mendes afirmou que estava tranquilo no PSDB, mas que as circunstâncias políticas o levaram para o PP, o que ele está fazendo com muita satisfação. “Não tenho motivo para sair do PSDB, estou fazendo um trabalho ao lado do prefeito Firmino Filho, mas o processo político me levou a ir para o PP”, destacou. Ele ressaltou que os tucanos querem avançar para o interior.

 
Secretário Estadual de Saúde

Mesmo se concretizando a filiação ao partido do senador Ciro Nogueira, o ainda tucano disse que “não têm fundamento” as especulações de que ele seria indicado para a Secretaria Estadual de Saúde (Sesapi).  “Não há nenhum fundamento. Estou com o desafio novo que acabei de assumir aqui com a saúde do município”

Cidadeverde.com


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

últimas