Suspeito de torturar e matar a própria namorada é preso em Teresina imprimir publicado em: 30 / 04 / 2018

presoUm homem identificado apenas como Izaquiel, de 22 anos, foi preso nesta segunda-feira (30) por torturar e matar sua namorada. A mulher, que não teve o nome divulgado, tinha 34 anos e faleceu após dar entrada no Hospital do bairro Dirceu, na Zona Sudeste de Teresina.

O acusado já estava sendo procurado desde sábado (28) e foi encontrado no bairro Lourival Parente, zona sul de Teresina, e encaminhado para a Central de Flagrante Gênero.

O capitão Audivan Nunes contou que o foram encontradas lesões espalhadas por todo o corpo da vítima, algumas delas causadas por queimaduras. “Ele a torturou até a morte. Queimou o corpo dela todo. Ele brigou com ela e já vinha cometendo esse ato antes até que no sábado a matou”, contou o policial.

De acordo com a delegada Luana Alves, as investigações até o momento apontam que as agressões que culminaram no crime ocorreram entre quinta-feira (26) e sexta-feira (27). O agressor chegou a levar a vítima para hospitais de Teresina. “No último hospital, que foi o do Dirceu, a vítima já estava com quadro de hemorragia, traumatismo craniano e veio a falecer no sábado”, contou a delegada Luana Alves.

Após a morte, o caso passou a ser investigado pelas policiais da Central de Flagrante de Gênero, que constataram que a vítima havia dado entrada no hospital acompanhada do namorado. “Familiares dele disseram que era um relacionamento extremamente conturbado”, disse da delegada.

O suspeito foi preso quando andava de bicicleta no cruzamento das ruas Ivan Tito e Quinze de Novembro, no bairro Lourival Parente. Segundo a delegada Luana, nos últimos dias o suspeito passou pelas casas de diversos familiares. “Ele ia se esconder na casa da irmã, e no meio do caminho foi interceptado pela polícia”.

Depois de preso, o suspeito assumiu que desferiu um soco no rosto da namorada. “O depoimento dele diz uma coisa, o prontuário médico diz outra”, comentou a delegada. Com o suspeito preso, os policiais têm dez dias para concluir a investigação.

Portaldaclube

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas