Taxa de homicídios no PI recua pela 1ª vez em cinco anos, diz pesquisa imprimir publicado em: 01 / 11 / 2016

homicidioDados do 10º Anuário Brasileiro de Segurança Pública mostram que o taxa de homicídios no Piauí diminuiu 9,4% em 2015, em relação ao ano anterior. O estado ficou com uma taxa de 20,8 mortes por 100 mil pessoas no ano passado, contra 23 auferida em 2014. É a primeira vez desde 2010 que é registrada um recuo nessa taxa no Piauí.

Pelo resultado atual, o estado aparece como o quarto mais seguro do Brasil, empatado com Minas Gerais.

Segundo dados do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, autor do anuário, que será divulgado de forma completa no dia 3 de novembro, em 2009 a taxa de homicídios no Piauí era de 8,78 mortes por 100 mil pessoas, no ano seguinte houve uma queda, com esse índice chegando a 7,8. Apesar desse recuo, desde 2010 que a taxa de homicídios vinha crescendo vertiginosamente. Em 2011 a taxa chegou a 11,1; em 2012, 16,7; em 2013, 17,4; e em 2014, 23 mortes por 100 habitantes. Levando em conta o dado de 2015, o índice de homicídios no estado cresceu 156,4% em cinco anos.

Os resultado do anuário referente a 2015 mostra que dos 667 mortes violentas intencionais ocorridas no Piauí em nesse ano, 609 foram de homicídios dolosos, 47 latrocínios e 11 óbitos por lesão corporal seguida de morte. Consta ainda que 18 pessoas morreram de ações decorrentes de intervenção policial (em serviço ou fora de serviço) em 2015. No ano anterior ações desse tipo resultaram em 16 mortes.

As mortes violentas intencionais (MVI) correspondem à soma das vítimas de homicídio doloso, latrocínio, lesão corporal seguida de morte e mortes decorrentes de intervenções policiais em serviço e fora, o que representa o total de vítimas de mortes violentas com intencionalidade definida.

Para o secretário de estado da Segurança, Fábio Abreu, a redução é fruto do trabalho policial nas regiões consideradas mais violentas. “Diariamente, fazemos o monitoramento das ocorrências e das áreas e fazemos o planejamento do policiamento ostensivo e investigativo, por meio de parceria entre as instituições de segurança”, afirmou.

Estados mais e menos violentos
Os estado mais violentos são das regiões Nordeste e Norte. Os primeiros cinco colocados são: Sergipe (57,3), Alagoas (50,8), Rio Grande do Norte (48,6), Ceará (46,1) e Pará (45,8).

Pela primeira vez o estado de Sergipe encabeça a lista, com 57,3 mortes violentas intencionais a cada 100 mil pessoas (aumento de 18,2% em relação aos dados do ano anterior).
Já entre os menos violentos, em primeiro lugar, aparece São Paulo como o estado mais seguro do país com apenas 11, 7 mortes por 100 mil habitantes. Os estados de Santa Catarina e Roraima surgem com taxas de 14,3 e 18,2, respectivamente.

Mais mortos do que na guerra da Síria
De janeiro de 2011 a dezembro de 2015, 278.839 pessoas foram mortas no país, número maior do que o de mortos na guerra da Síria, onde 256.124 morreram no mesmo período, segundo o Fórum. Os números do país do Oriente Médio são do Observatório de Direitos Humanos na Síria e da ONU.

Portaldaclube


PDF pagePrint page

PARTICIPE

0 comentário Comente agora!

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

últimas