Taxistas revoltados e policiais militares se envolvem em confronto imprimir publicado em: 29 / 08 / 2014

pmA situação na sede do Greco ficou mais difícil nesta tarde. Os taxistas fazem protesto e já entraram em choque com a Polícia Militar. Segundo o delegado Menandro Pedro, eles querem matar os suspeitos de assassinar Carlos Alberto Souza, na manhã desta sexta-feira (29).

Dois já foram presos e levados para a sede do Greco. Um ainda é adolescente e tem 17 anos. O outro completou 18 anos no dia 3 de agosto. De acordo com o delegado geral James Guerra, ambos têm passagem pela polícia.

Atualizada às 15h20

Taxistas e policiais militares se envolveram em uma briga, no 2º Distrito Policial, onde a categoria acredita que esteja um dos suspeitos. A confusão começou depois que uma viatura do 1º Batalhão da Polícia Militar chegou supostamente com um dos envolvidos na morte de Carlos Alberto de Souza.

Os taxistas tentaram atacar a viatura e obstruíram a rua para tirar o homem de dentro, mas os policiais impediram, alegando que ia levá-lo para a Central de Flagrantes. A discussão chegou ao embate corporal e só acalmou depois que um policial ameaçou atirar.

A viatura conseguiu passar, mas a suspeita é de que tenham apenas despistado os taxistas, já quem nenhum suspeito deu entrada na Central de Flagrantes.

pm

Outro grupo de taxistas também está em frente ao Greco, pois desconfia que o suspeito tenha sido levado para lá. Também houve discussão no local, porque os taxistas exigiram a liberação do preso para que eles fizessem justiça com as próprias mãos.

O delegado Menandro Pedro não confirma a informação de que o homem esteja no local, mas diz que o dever da polícia é prender. “Cabe à justiça julgar pelos crimes”, disse o delegado.

portalodia.com

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas