TCE-PI autoriza auditoria no sistema de transporte público de Teresina imprimir publicado em: 10 / 05 / 2018

A conselheira Lílian Martins, do TCE-PI

A conselheira Lílian Martins, do TCE-PI

O Tribunal de Contas do Estado (TCE-PI) aprovou nesta quinta-feira (10), durante sessão ordinária, a realização de uma auditoria no sistema de transporte urbano de Teresina. A auditoria tem por objetivo apurar o funcionamento do Sistema Inthegra, os custos, linhas de ônibus, atendimento à demanda da população e toda a operacionalização do transporte público da capital.

A decisão atende a uma solicitação do vereador Edilberto Borges Dudu (PT), que ajuizou no TCE-PI um pedido de auditoria na licitação que escolheu as empresas e consórcios que operam o Sistema Inthegra, bem como no próprio sistema.

A relatora do processo, conselheira Lílian Martins, acatou o pedido feito pelo parlamentar e ressaltou a importância de se estender a auditoria a todo o sistema de transporte público da capital, sendo seguida por todos os conselheiros presentes à sessão.

A decisão desta quinta-feira amplia a abrangência de medida já aprovada em março, quando o tribunal aprovou a realização de uma auditoria operacional no Sistema Inthegra, proposta pelo Ministério Público de Contas (MPC), a fim de avaliar o desempenho do sistema e o atendimento ao direito do usuário a um serviço público de qualidade.

O vereador Dudu, que apresentou o pedido de auditoria, disse que a decisão do TCE-PI demonstra que há, sim, indícios de irregularidades tanto na licitação que foi realizada no setor quanto no próprio sistema.

“Isso mostra que há indícios que precisam ser analisados. O sistema, como um todo, está causando muitos transtornos para Teresina […] Eu já tinha tentado aprovar uma CPI, por ser um instrumento próprio do Legislativo e que iria trazer luz sobre toda essa questão, mas como não a Câmara negou, eu procurei o TCE. E fico feliz porque o tribunal, agora, vai fazer uma auditoria especializada, e vamos acompanhar o passo-a-passo dessa auditoria. E temos certeza de que agora vão vir à tona alguns pontos que estão obscuros e que têm causado transtornos aos teresinenses”, afirma Dudu.

Prefeitura ainda não foi notificada

O superintendente municipal de Transportes e Trânsito, Carlos Daniel Júnior, disse que até o início da noite desta quinta-feira ainda não havia sido notificado acerca da decisão do TCE-PI.

O gestor afirmou que só vai se posicionar a respeito quando foi notificado.

portalodia.com

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas