Técnico corintiano rechaça “empatite” e cita escola Telê imprimir publicado em: 27 / 08 / 2011

Tite

"Gosto de ter a posse de bola da escola do Telê Santana, ou da escola do senhor Ênio"

A um empate de conquistar o título simbólico do primeiro turno do Brasileiro, o Corinthians também ostenta a condição de equipe mais disciplinada do campeonato, fato que orgulha o técnico Tite.

Nos dias que antecedem o clássico de domingo, às 16h, contra o Palmeiras, em Presidente Prudente, o treinador foi questionado sobre o assunto e aproveitou para se defender da pecha de “empatite”, palavra criada por torcedores em alusão ao número de empates do time alvinegro sob o comando de Tite.

“Gosto de ter a posse de bola da escola do Telê Santana, ou da escola do senhor Ênio [Andrade], e às vezes eu sou tachado de gostar de empate. A nossa equipe é a que mais venceu no campeonato. Você vê como são as coisas”, comentou, citando os dois ex-técnicos, que entraram para história entre os melhores do país.

O Corinthians ganhou 11 partidas no Nacional, uma vitória a mais que São Paulo e Vasco, empatou quatro vezes e perdeu três – lidera o certame com 37 pontos. O vice-líder Flamengo (35 pontos) é quem acumula mais empates (oito), ao lado de Palmeiras e Bahia, e leva desvantagem nos critérios de desempate quando iguala a pontuação corintiana.

“Eu gosto de competir, de tomar a bola do adversário. A nossa equipe é a que mais toma a bola na competição, sem nenhum jogador expulso”, apontou o técnico gaúcho.

Segundo o Datafolha, o time de Parque São Jorge apresenta uma média de 142,5 desarmes por jogo e lidera o ranking do fundamento. Além disso, é o quinto a cometer menos faltas (média de 16,4 por jogo) e levou 35 cartões amarelos, o segundo menos advertido, atrás de Santos e Atlético-GO, com 33.

Para explicar como seus atletas preservam essa disciplina, Tite adotou o bom-humor. “É a treinabilidade”, sorriu, utilizando o termo que ficou famoso por causa de um Twitter fake que existe em seu nome.

“Vai para o treino e repete dez vezes. Vai ganhar a bola sem dar porrada em ninguém. Se der, vai tomar dura”, finalizou.

uol.com

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas