Teresinha Medeiros ingressa com ação para se desfiliar de partido imprimir publicado em: 26 / 01 / 2016

Teresinha MedeirosA vereadora Teresinha Medeiros (PPS) ingressou com pedido de desfiliação do PPS alegando perseguição política e discriminação. O pedido foi feito ao Tribunal Regional Eleitoral do Piauí. A parlamentar não quis esperar o período da janela partidária e o pedido foi feito à corte eleitoral para que ela não perca o mandato.

A  parlamentar informou que não queria comentar o assunto, mas informou que sua assessoria jurídica poderia dar mais detalhes do processo. Em contato com o jornal, o advogado Edelman Santos explicou que é de conhecimento dos teresinenses que o então presidente do diretório municipal do PPS, Celso Henrique, fez vários comentários sobre acusando a parlamentar de infidelidade partidária, o que acarreta em prejuízos a imagem pessoal e política de Teresinha Medeiros.

“Esses comentários prejudicam sua imagem perante a população, inclusive prejuízos a sua atuação política. O Ministério Público já se posicionou para desfiliação da vereadora, sem que ela perca o mandato”, informou o advogado Edelman Santos.

Teresinha Medeiros foi eleita vereadora de Teresina em 2012 pelo PPS, mas nas eleições de 2014 apoiou deputados de outras siglas e desde então, o presidente do diretório municipal do partido, Celso Henrique, vinha dando entrevistas no sentido de que ela poderia ser expulsa da sigla. A vereadora não quis comentar sobre qual seu destino partidário. O DIA tentou contato com Celso Henrique, mas ele não atendeu as ligações.


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

    Vale Vermelho

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas