Tribunal diz que estrutura impede divulgação de salários no judiciário imprimir publicado em: 23 / 07 / 2012

tjpiO Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI) alega problemas estruturais para não ter disponibilizado na internet o valor dos salários dos magistrados no Estado, de acordo como manda o Anexo I da Resolução 151 do Conselho Nacional de Justiça.

Em nota, o Tribunal afirma que as informações ficaram prontas no prazo previsto pela resolução, que se encerrou na última sexta-feira (20), no entanto, as informações não foram divulgadas na internet por falta de estrutura.

Ainda segundo o TJ, o setor responsável pela veiculação dos dados já está trabalhando com intuito de solucionar o problema e cumprir a determinação do CNJ.

Veja a nota na íntegra:

O Tribunal de Justiça do Estado do Piauí esclarece que trabalha para obedecer ao Anexo I da Resolução 151 do Conselho Nacional de Justiça, com a divulgação na internet dos salários de seus servidores como prevê a Lei de Acesso à Informação.

O Tribunal afirma que as informações ficaram prontas no prazo exigido pela Resolução, e, apenas por questões de ordem estrutural, não foram disponibilizadas, ainda, na internet.

A Secretaria de Tecnologia da Informação da Corte, de posse dos dados, trabalha para lançar o conteúdo das informações on line antes do fim do prazo solicitado pela grande maioria dos Tribunais do país, que também não conseguiram, em tempo hábil, informar os dados, tendo em vista as incessantes demandas que acarretam o Judiciário Nacional. O próprio CNJ já está concedendo a alguns Tribunais do país, prazo extra de 30 dias, para a finalização dos trabalhos.

[email protected]


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas