Vereadores apresentam denúncia ao TCE contra prefeito Juscelino imprimir publicado em: 19 / 01 / 2016

 Prefeito de Pajeú do Piauí, Juscelino

Prefeito de Pajeú do Piauí, Juscelino

Vereadores de Pajeú do Piauí, município localizado ao sul do Estado, apresentaram denúncia ao Tribunal de Contas do Estado (TCE), contra o atual prefeito da cidade, Juscelino Mesquita. Eles acusam o gestor e a secretária de obras, Ellen Dayane Cronemberger, de cometerem atos de improbidade administrativa e desvio de recursos públicos.

Os autores da denúncia foram Francisco de Assis Ribeiro de Lima, José Nilson Almeida de Amorim, Valter Gonçalves dos Santos e José Pereira dos Santos. Os parlamentares entraram com ação no TCE, no dia 16 de março de 2015. O relator do processo é o conselheiro substituto, Alisson Felipe de Araújo.

De acordo com a denúncia, durante o ano de 2013, o prefeito comprou por diversas vezes, materiais de construção, que seriam utilizados na reforma de escolas, de uma praça, no prédio do CRAS e de uma Unidade Básica de Saúde (UBS) do município. Entretanto, os vereadores afirmam que nenhuma obra foi feita neste período.

Junto à denúncia, estão anexados recibos de pagamentos a empresas da construção civil, que segundo os vereadores, teriam sido autorizados pelo prefeito, além de notas fiscais e extratos bancários. Os recibos somam o valor de R$ 41.043,75 (quarenta e um mil, quarenta e três reais e setenta e cinco centavos).

Pedido

Os vereadores pedem ao TCE, a apuração da denúncia contra o prefeito Juscelino Mesquita e a secretária de obras Ellen Dayane, e que os mesmos sejam punidos, conforme a lei.

Outro lado

O assessor jurídico da prefeitura de Pajeú do Piauí, James Rodrigues, informou que a denúncia não tem fundamento e foi feita puramente por interesse político, dos vereadores. “Todos os materiais que foram adquiridos foram destinados a alguma obra. E os que ainda não foram usados, estão a disposição para a utilização. O que acontece é que o prefeito realizou a compra dos materiais por aquisição direta de serviços, que sai mais em conta pra prefeitura, e os vereadores acabaram confundindo. Essa denúncia não tem fundamento, o que acontece é que estamos em período eleitoral, aí vão surgir muitas denúncias”, afirmou.


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

    Vale Vermelho

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas