Wellington determina corte no ponto dos professores grevistas da Uespi imprimir publicado em: 23 / 04 / 2016

Wellington DiasO governador Wellington Dias (PT) recomendou o corte de ponto dos professores da Universidade Estadual do Piauí (Uespi), que estão em greve, e chegou a afirmar que “não se pode brincar de greve”. Ele ainda reconheceu o erro cometido ao encaminhar à Assembleia Legislativa do Piauí um projeto de lei inserindo professores e servidores da instituição de ensino na lei do enquadramento. O projeto foi vetado no parlamento, logo após os deputados informarem ao Governo os erros na proposta.

“Greve da Uespi não há razão. Se faça o procedimento, falta é falta, cortar dia parado. Tinha uma situação que minha equipe reconheceu como erro, havia necessidade de se garantir que não houvesse problema no sistema de promoção para a Uespi e esse erro foi reconhecido. Brincar de greve é o pior que pode acontecer nesse momento”, diz o governador.

Além da greve, os professores da instituição estão campanha por todo o estado reunindo estudantes e elaborando os problemas de estrutura da Uespi. A Associação de Docentes da instituição marcou para a próxima quinta-feira (28) assembleia, que faz parte do quadro de ações e mobilizações dos professores, técnicos administrativos e estudantes.

Apesar da retirada da Uespi da lei do enquadramento, os professores reivindicam melhorias estruturais, melhores condições de trabalho, pagamento das bolsas estudantis, assistência estudantil, restaurante universitário e atualização do acervo bibliográfico.


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas