Wellington quer R$ 2,5 bilhões como socorro financeiro da União imprimir publicado em: 03 / 03 / 2017

dinheiroO Governo do Piauí quer R$ 2.515 bilhões para compensar o Estado por já ter cumprido todas as exigências do pacote financeiro que o Governo Federal encaminhou ao Congresso Nacional para compensar os estados endividados.  O governador Wellington Dias vai se reunir com o governador do Espírito Santo, Paulo Hartung, para cobrarem a compensação ao presidente Michel Temer.

De acordo com os planos do governador do Piauí, o governo federal deveria liberar os convênios e investimentos para concluir obras em andamento e facilitar a contração de operação de crédito.

Segundo Wellington Dias, o Piauí tem R$ 1,6 bilhão para receber em convênios para dar andamento em obras que foram paralisadas. Ele citou obras como a ferrovia Transnordestina, estradas, o programa Luz para Todos, o programa Minha Casa, Minha Vida. “Tudo isso gera emprego e renda, e faz a economia crescer”, justificou o governador.

“O governo deve ter um olhar diferenciado para os estados que fizeram o dever de casa. E não impedir os estados que fizeram esse dever de casa ter novos contratos de financiamento para ampliar a capacidade de investimentos”, argumentou.

Wellington Dias afirmou que o Piauí tem capacidade e pretende contrair mais R$ 915 milhões em empréstimos. “O Piauí tem condições de contrair novos contratos de financiamento e empréstimo é importante para aquecer a economia”, frisou o governador.


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas