Wellington recebe Themístocles para acalmar ânimos entre aliados imprimir publicado em: 12 / 04 / 2018

reuniaoA pressão do MDB na Assembleia fez efeito. Depois de o partido levar em “banho Maria” a votação de alguns projetos considerados importantes para o governo, o governador Wellington Dias recebeu o presidente da Casa, deputado Themistocles Filho (MDB), para uma reunião a portas fechadas na residência oficial.

Na Assembleia, a tensão entre o partido e o governo é evidente. O deputado João Madison (MDB) chegou a confirmar que o clima não é dos melhores. O motivo é a disputa pela vaga de vice.

O MDB acredita que fez muito pelo governo de Wellington, ajudando em votações polêmicas, e agora quer como recompensa que Themístocles seja o vice.

Nesta semana, João Madison que é presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), não fez grande esforço para que o reajuste de algumas categorias de servidores passasse. Sem acordo não houve votação. Ruim para Wellington.

O governador tentou desviar o foco político da reunião e disse que o encontro foi administrativo.

“A nossa pauta é mais administrativa. A nossa preocupação é com os servidores. Não foi possível ser votado e vamos tratar para saber como garantir os entendimentos e o respeito à Legislação. Tínhamos um problema que era a Lei de Responsabilidade Fiscal e agora temos outra situação que é o prazo eleitoral. Sobre a política de reajuste no período de 180 dias antes da eleição. Vamos tratar e dividir responsabilidade”, destacou.

Wellington tenta acalmar os aliados da base aliada. Disse que passada a janela política, a chapa majoritária deve ser definida em breve.

Ele deu um recado claro ao falar que o prazo é do entendimento, ou seja, não irá aceitar faca no pescoço.

“Que agora sabendo quem está filiado onde, quem se afastou, quem se coloca a disposição para candidaturas, é pelo diálogo, pelo entendimento. O prazo é do entendimento. Temos um prazo definitivo que é da convenção. Até lá temos que buscar o entendimento. Vamos fazer com respeito aos partidos e lideres”, afirmou Dias.

O MDB disputa com o Progressista a indicação da vaga de vice. A vice-governadora Margarete Coelho não deseja abrir mão da vaga.

Portaldaclube

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas