Whindersson Nunes tem vídeo de maior destaque do YouTube em 2016 imprimir publicado em: 10 / 12 / 2016

whindersonO piauiense e youtuber Whindersson Nunes teve o vídeo de maior destaque de 2016 no Brasil, segundo ranking divulgado pelo YouTube. O vídeo “Criança de Rico e Criança de Pobre” conta com mais de 27 milhões de visualizações e puxa a lista  dos dez vídeos mais acessados no país este ano.

 O vídeo tem 7 minutos e 31 segundos e brinca um pouco sobre o dia de uma criança na versão pobre e rica, desde momento que acorda até a volta da escola para o almoço. O vídeo foi publicado no dia 9 de junho deste ano e, conforme o YouTube, precisou de apenas 6 meses para se tornar o vídeo de maior destaque dos últimos 12 meses.

Em segundo lugar aparece “As inadequadas gírias” do Canal Canalha, seguido do “Fui cortar o meu cabelo, e olha só o que aconteceu”, do Canal da Juuh.

O humorista atingiu, em outubro deste ano, a marca de canal com mais inscritos no país com um número, atual, de mais de 14 milhões de inscritos, passando o canal Porta dos Fundos que tem atualmente mais de 12 milhões de inscritos.

 Em agosto, também deste ano, Whindersson Nunes foi eleito o segundo youtuber mais influente do mundo, conforme o ranking feito pela Snack Intelligence. O sonho do piauiense é chegar a marca de 50 milhões de seguidores.

O piauiense revelou recentemente o nome dos três humoristas de quem tanto é fã: Tirulipa, e os dois piauienses, Dirceu Andrade e Jackstênio Rodrigues. Para o humorista, o diferencial do seu trabalho é a proximidade com os seus fãs e seguidores na internet, que também é um dos motivos para tanto sucesso.

Milionários do YouTube
Comediantes, gamers, chefs, entrevistadores e especialistas em beleza estão entre os youtubers cujos canais geraram mais dinheiro nos últimos tempos, segundo levantamento divulgado pela revista Forbes.

Essas celebridades da web ganharam um total de US$ 70,5 milhões (R$ 237 milhões) no período de 12 meses encerrado em junho de 2016, um aumento de 23% em comparação ao balanço anterior.

Este é apenas o segundo ano que a Forbes faz o ranking das estrelas mais lucrativas estrelas do setor. Para o cálculo, coletou informações com a Nielsen, o site IMDB e em entrevistas com os próprios youtubers, seus agentes, advogados e especialistas da indústria de entretenimento.

G1


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Vale

últimas