Agentes penitenciários paralisam por 24h em ato contra reformas imprimir publicado em: 28 / 04 / 2017

agentes

Agentes penitenciários paralisaram as atividades ( Foto: Ellyo Teixeira/G1 )

Agentes penitenciários do Piauí iniciaram às 6h desta sexta-feira (28) uma paralisação de 24h contra as reformas da previdência e trabalhista. O movimento acontece em frente à Casa de Custódia de Teresina e segundo a categoria, apenas os serviços essenciais serão mantidos.

“Vamos manter os serviços internos, como cumprimento de alvará de soltura, alimentação e banho de sol dos presos. Já as visitas, entrada ou saída de presos para audiências e/ou transferência, atendimentos aos advogados e defensores públicos, recebimentos de presos de outros presídios e dos distritos estão suspensos”, declarou o presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Piauí (Sinpoljuspi), José Roberto.

De acordo com o Sinpoljuspi, a mobilização tem o objetivo de demonstrar a força dos servidores e impactar as autoridades para que possam rever os projetos e a reinserção da categoria do relatório da aposentadoria especial.

“A medida é para reforçar a luta dos trabalhadores pelos seus direitos. Não aceitamos nenhum direito a menos. Queremos aposentadoria especial. A reforma acaba com a previdência para o agente penitenciário, se aumentar a idade para contribuição nossa categoria não vai se aposentar”, destacou José Roberto.

Portaldaclube


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

últimas