Apenas 10,1% do público-alvo foi vacinado contra gripe no Piauí imprimir publicado em: 09 / 05 / 2017

vacinaUm balanço divulgado pelo Ministério da Saúde revelou que faltando menos de 20 dias para encerrar a campanha de vacinação contra a gripe, apenas 79,4 mil piauienses foram imunizadas. O número representa 10,1% do público alvo. No Piauí, a meta é vacinar 645,4 mil pessoas consideradas mais vulneráveis às complicações da gripe. O Dia D de mobilização nacional para vacinação ocorrerá no sábado, dia 13 de maio.

Entre os públicos-alvo no estado do Piauí, os trabalhadores de saúde registraram a maior cobertura vacinal, com 12,9 mil doses aplicadas, o que representa 28,7% deste público, seguido pelas gestantes (12,1%) e idosos (9,3%). Os grupos que menos se vacinaram são os professores (4,8%), puérperas (8,9%) e crianças (8,5%).

Desde o dia 17 de abril, a vacina contra a gripe está disponível nos postos de vacinação a crianças de seis meses a menores de cinco anos; pessoas com 60 anos ou mais; trabalhadores de saúde; povos indígenas; gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto); população privada de liberdade; funcionários do sistema prisional, pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis ou com outras condições clínicas especiais, além dos professores, novidade deste ano.

Os portadores de doenças crônicas não transmissíveis, que inclui pessoas com deficiências específicas devem apresentar prescrição médica no ato da vacinação. Pacientes cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do Sistema Único de Saúde (SUS) deverão se dirigir aos postos em que estão registrados para receber a vacina, sem a necessidade de prescrição médica.

Teresina

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) de Teresina tem como meta vacinar contra a gripe 10.447 gestantes até o dia 26 de maio, quando a campanha nacional encerra. Até o momento apenas 1.783 grávidas compareceram aos postos de vacinação para tomar sua dose, o que equivale a 17,07% de cobertura vacinal.

A Diretoria da Vigilância em Saúde alerta para a importância da proteção contra a gripe para as gestantes porque durante a gravidez ocorre uma queda do sistema imunológico, o que torna a mulher mais suscetível a doenças. Além disso, devido ao crescimento da barriga, há uma dificuldade de expansão pulmonar.

Na capital, a meta é vacinar 20.901 crianças de 6 meses a 2 anos; 35.401 crianças de 2 a 4 anos; 18.590 trabalhadores da Saúde; 1.718 puérperas; 70401 idosos; 21.439 comorbidades. A influenza é uma infecção viral aguda que afeta o sistema respiratório. É de elevada transmissibilidade e distribuição global, com tendência a se disseminar facilmente em epidemias sazonais e também podendo causar pandemias.

A escolha dos grupos prioritários segue recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS). Essa definição também é respaldada por estudos epidemiológicos e pela observação do comportamento das infecções respiratórias, que têm como principal agente os vírus da gripe. São priorizados os grupos mais suscetíveis ao agravamento de doenças respiratórias.

Este é o primeiro ano que os professores, tanto da rede pública como privada, passam a fazer parte do público-alvo da Campanha Nacional de Vacinação Contra a Influenza.

Portaldaclube


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

últimas